Movimento nas estradas na volta do feriado de Finados

As chuvas intermitentes ao longo deste fim de semana prolongado do feriado de Finados estão fazendo com que as famílias que desceram para o litoral paulista retornem mais cedo à capital.

A Rodovia Padre Manoel da Nóbrega já apresenta lentidão do quilômetro 292 ao 280 no sentido São Paulo por causa do excesso de veículos. No trecho de serra da Rodovia Anchieta, interligação entre São Paulo e a Baixada Santista, o motorista enfrenta mais lentidão entre os quilômetros 51 e 50 em decorrência de uma carreta quebrada. O trecho de serra da rodovia dos Imigrantes tem tráfego lento no sentido São Paulo do km 56 ao km 52, devido ao excesso de veículos.

A partir das praças de pedágios da Anchieta e da Rodovia dos Imigrantes, a Ecovias, concessionária que administra as estradas que ligam São Paulo ao litoral sul, organiza uma operação comboio a fim de evitar acidentes em decorrência da forte neblina nas duas rodovias. A operação subida já está implantada, com as pistas norte e sul da Imigrantes e norte da Anchieta liberadas para trazerem os motoristas de volta ao Planalto Paulista.

O motorista também encontra lentidão na Rodovia Régis Bittencourt no sentido São Paulo do quilômetro 358, região de Miracatu, ao quilômetro 350, na Serra do Cafezal. A Autopista atribui a lentidão ao excesso de veículos, mas a Serra do Cafezal, historicamente, apresenta lentidão por conta da redução da velocidade, em especialmente dos caminhões.

Outra federal, também administrada pela Autopista, que apresenta trecho de lentidão é a Fernão Dias, que interliga as capitais paulista e mineira. A lentidão ocorre do quilômetro 56 ao 58 no sentido Belo Horizonte.

Já pelas rodovias estaduais, o motorista trafega com tranquilidade pelo Complexo Anhanguera/Bandeirantes, de acordo com a Autoban.

Na rodovia Castelo Branco, por volta das 11h, havia congestionamento na altura do quilômetro 78, em Itu. Segundo informações da concessionária ViaOeste, o trânsito já flui normalmente em Itu, mas no quilômetro 64, em Mairinque, ainda há congestionamento de quase dez quilômetros no sentido capital.

* Atualização: 12h01

Deixe um comentário