Maioria dos paulistanos reprova trânsito de São Paulo, diz Datafolha; índice cai

A maioria dos paulistanos (71%) reprova o trânsito em São Paulo, segundo o Datafolha. Porém, o percentual de pessoas que avaliam mal o tráfego na cidade diminuiu em relação a levantamento realizado em junho do ano passado, quando 81% dos entrevistados o consideravam ruim ou péssimo.

Já a taxa dos que consideram o rush paulistano regular subiu de 15% para 21%. Os que acham o ótimo ou bom subiram de 4% para 8%. A margem de erro é de três pontos para mais ou para menos.

A diminuição coincide com o momento em que a cidade viu seus indicadores de engarrafamentos diminuírem pela primeira vez nos últimos três anos – a lentidão no pico da tarde, das 17h às 20h, caiu de 137 km para 113 km, segundo reportagem do jornal Folha de São Paulo de setembro passado.

Já a velocidade média dos deslocamentos no mesmo período do dia passou de 14 km/h para 18 km/h, desempenho inferior ao de um patinete elétrico.

Segundo especialistas em mobilidade urbana, a diminuição dos congestionamentos está ligada à crise econômica. Com menos dinheiro, paulistanos passaram a deixar seus carros em casa e usar transporte público.

A manutenção da avaliação ruim do rush paulistano ocorre no momento em que o prefeito Fernando Haddad (PT) enfrenta recorde de reprovação.

A um ano da eleição, chegou a 49% o número de pessoas que consideram o mandato ruim ou péssimo –percentual mais alto registrado desde o início do mandato. Os que consideram o mandato regular somam 34% e os que acham a gestão boa ou ótima são 15%.

A rejeição às ciclovias criadas pela gestão Fernando Haddad também vem aumentando, de acordo com o Datafolha.

Fonte: Folha de São Paulo

Deixe um comentário