Trecho Cecap – Vila Galvão do Corredor Metropolitano Guarulhos é entregue

502

Operação começa gradativamente a partir desta terça-feira (1º); 60 mil usuários serão beneficiados diariamente

A partir desta terça-feira (1º) começa de forma gradativa a operação do trecho Cecap-Vila Galvão do Corredor Metropolitano Guarulhos. A obra foi entregue nesta segunda-feira (31) pelo governador Geraldo Alckmin. “Estamos dando um passo superimportante no transporte coletivo de alta capacidade e de qualidade”, disse Alckmin.

O trecho tem 12,3 km e beneficiará 60 mil usuários/dia com mais opções de linhas para a Capital. Além disso, proporcionará economia de até R$ 4,40 com as novas integrações para estações do Metrô e da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos).

O empreendimento reestrutura o transporte metropolitano da região norte da Grande São Paulo, oferecendo à população viagens mais rápidas e seguras em faixas exclusivas para ônibus. “Vai entregando e vai funcionando, a população vai usando. É o caso aqui do corredor. Fizemos primeiro o [trecho] Aeroporto-Taboão até Cecap, agora Cecap até Vila Galvão”, explicou o governador.

Investimento

Projetado e construído pela EMTU/SP sob coordenação da Secretaria dos Transportes Metropolitanos, o trecho Cecap-Vila Galvão representou investimento de R$ 99,7 milhões. Somados aos R$ 39,7 milhões da ligação de 3,7 km entre Taboão e Cecap, operando desde 2013, o investimento total do Governo do Estado foi de R$ 139,4 milhões.

O novo trecho conta com três faixas de circulação por sentido, uma delas exclusiva para ônibus em 9,6 km construídos em pavimento rígido, característica que proporciona mais conforto ao usuário e menor custo de manutenção da via. Possui, ainda, 3 km de ciclo passeio distribuídos ao longo do corredor, além de 2,7 km de via que serão compartilhados com o tráfego local.

“Estão entregues o Corredor Metropolitano Guarulhos-São Paulo, as estações Taboão, Cecap e Vila Galvão. Agora, a terceira etapa é da Vila Galvão até o Tucuruvi. São mais 4,5 km de corredor e então chegamos no Metrô de São Paulo”, afirmou o governador.

O site Guarulhos em Rede lembra que a construção havia sido embargada pela prefeitura em maio em virtude de diversas pendências entre o projeto original e o que estava sendo implantado no município. Segundo o secretário de Transportes e Trânsito, Atílio André Pereira, muitos dos problemas apontados anteriormente, como no pavimento, ainda permanecem. “Ficou um passível para a cidade. No trecho há diversos buracos”, destacou.

66674 66675 66677

Deixe seu comentário

comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here