Motoristas de ônibus lideram reclamações da SPTrans

Condutores que não atendem o pedido de embarque ou desembarque e o modo inadequado deles são as principais queixas dos passageiros

1400

Conduta de motoristas lidera reclamações da SPTrans: denúncias de motoristas que não atendem o pedido de embarque ou desembarque de passageiros e conduta inadequada dos condutores, como uso de celular enquanto dirigem e velocidade acima do permitido, ocupam as duas primeiras posições entre as ocorrências mais reclamadas entre janeiro e junho deste ano.

A demora para o ônibus chegar sempre foi a campeã de reclamações – liderava a lista em 2013 e 2014 -, mas a queda vertiginosa das reclamações por esse motivo – 82% nos últimos dois anos – alçou o mau comportamento dos motoristas aos primeiros postos do ranking.

Mas, mesmo estando no topo do ranking, as reclamações sobre os motoristas também diminuíram no 1º semestre deste ano.

Procedimento

Segundo a SPTrans, após as reclamações dos passageiros, é feito um gerenciamento nas empresas e uma fiscalização de campo com autuações e multas.

De acordo com o órgão, a diminuição no número de queixas é resultado de um programa de gerenciamento de qualidade com reuniões periódicas para verificar falhas e solucioná-las.

A SPUrbanuss (Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros de São Paulo) avaliou que há a consciência de que as reclamações exigem o desenvolvimento de novos projetos de qualificação dos motoristas, mas afirmou que a tarefa precisa ser feita em conjunto com o poder público e o sindicato da categoria.

Como registrar reclamações?

Para registrar reclamações sobre linhas de ônibus, motoristas de ônibus, entre outras categorias, acesse o site SP156 da Prefeitura de São Paulo, no assunto “Transporte”, selecione o assunto desejado.

reclamações motoristas
Foto: Reprodução/SP156

Deixe seu comentário