Alckmin lança plano para reduzir pela metade mortes no trânsito até 2020

O governador Geraldo Alckmin lançou nesta quinta-feira (20) o Movimento Estadual de Segurança no Trânsito, que tem como objetivo reduzir pela metade as vítimas fatais de acidentes rodoviários até 2020.

O plano reúne nove secretarias que pensarão em políticas públicas para reduzir as vítimas no Estado.

“A primeira causa de morte no mundo inteiro é coração, a segunda é câncer e a terceira é causa externa. Em São Paulo, a maior causa externa de morte é acidente rodoviário”, afirmou o governador.

Segundo Alckmin, a base das medidas é a reunião de dados de acidentes de trânsitos que possibilitarão o combate às causas dos acidentes, e não apenas às consequências.

Medida semelhante foi anunciada pelo governo no início de 2013, mas não saiu do papel.

Segundo o governador, também serão desenvolvidas campanhas, ações de educação no trânsito nas escolas, ampliação do Grau (Grupo de Resgates e Atenção às Urgências e Emergências) e parcerias entre o Detran (Departamento Estadual de Trânsito) com municípios.

“A maioria dos acidentes acontece no entorno das cidades ou próximo às rodovias. Temos que pensar em passarelas, rotatórias, ciclovias separadas das pistas e trabalhos de prevenção”, disse Alckmin.

Também foi incluído no pacote um hospital de trauma na capital paulista, no local do antigo hospital Panamericano, em Pinheiros (zona oeste). Com custo estimado em R$ 80 milhões, o projeto já estava sendo desenvolvido.

Integram o comitê as secretarias de Governo, Casa Civil, Direitos da Pessoa com Deficiência, Educação, Logística e Transportes, Planejamento e Gestão, Saúde, Segurança Pública, Transportes Metropolitanos.

Fonte: Folha de São Paulo

Deixe um comentário