Manifestantes bloqueiam vias e pedem moradia na Zona Sul

Cerca de cem pessoas protestaram na manhã desta segunda-feira (13) na região do Grajaú, na Zona Sul de São Paulo. O grupo reivindica moradia popular.

Por volta das 6h20, os manifestantes estavam concentrados na Avenida Senador Teotônio Vilela e bloqueavam a pista completamente. Durante a madrugada, o mesmo grupo passou pela Avenida Dona Belmira Marin e interditou algumas faixas da via no sentido Centro.

O trânsito sofreu reflexos na Avenida do Arvoreiro e na Avenida Dona Belmira Marin.

Com faixas e cartazes nas mãos, os manifestantes foram em direção à subprefeitura Capela do Socorro. Os manifestantes são de 3 ocupações da Zona Sul da capital paulista e representam cerca de 2 mil famílias. Uma das ocupações passará por uma reintegração de posse na manhã desta terça (14).

Os usuários do transporte público foram penalizados com a manifestação, já que os ônibus não tiveram seus trajetos alterados. Segundo a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), os coletivos seguiram pelo corredor e por isso não tiveram modificações no caminho.

De acordo com a Polícia Militar, que acompanha o grupo, a manifestação seguiu pacífica.