Transporte: Ônibus noturno em SP

416

O Mobilidade Sampa utilizou duas linhas da SPTrans do período noturno entre 03h e 04h da manhã. As linhas utilizadas foram a M306-11 (São Miguel/Metrô Itaquera) e a N438-11 (Metrô Itaquera/Hospital Santa Marcelina). As duas linhas tem um movimento pequeno, porém passam sempre no horário aproximado nos locais conforme testamos e verificamos pelo Olho Vivo da SPTrans. O número em média nas 4 viagens realizadas eram de 4 passageiros onde geralmente o destino era a estação Corinthians-Itaquera para embarcar no primeiro trem com destino a estação da Luz.

Na CPTM do momento de chegada até a abertura da estação Corinthians-Itaquera que ocorre às 03h55, o número de usuários não chega a ser irrelevante, já que no momento de abertura tinham cerca de 30 pessoas aguardando.

Foto: Willian Moreira
Foto: Willian Moreira

O primeiro trem sempre passa entre 04h08 e 04h11, desenvolvendo boa velocidade até o Tatuapé e após o trecho entre Tatuapé e Luz o trem dá algumas paradas e segue em velocidade menor para que chegue na Luz por volta de 04h35 para que às 04h40, quando abre a estação Luz das linhas 1-Azul e 4-Amarela não haja um acúmulo maior de usuários na área de transferência como já ocorre. (vide foto abaixo)

Foto: Willian Moreira
Foto: Willian Moreira

Quando o fluxo é liberado é comum termos uma correria desnecessária para que cheguem mais rapidamente as plataformas das duas linhas.

Por fim podemos dizer que as linhas noturnas até agora atendem sim, sua proposta, respeitando a média de 15 ou 30 minutos de intervalos dependendo da linha, mesmo tendo uma demanda baixa, mas possibilitando uma facilidade e alternativa de deslocamento até o seu destino no horário entre 00h e 04h. Na CPTM temos a tarifa do madrugador que é cobrado em embarque sem integração o valor de R$ 2,92 diferentes dos R$ 3,50 habituais.

Deixe seu comentário