Ruas e Avenidas da cidade de São Paulo terão redução de velocidade para diminuir risco de acidentes

110

Também será realizada fiscalização aleatória e alternada para aumentar a segurança de pedestres, ciclistas e motoristas

A Secretaria Municipal de Transportes irá reduzir a velocidade máxima em vias com maior ocorrência de acidentes e em áreas de maior vulnerabilidade para os usuários. Números preliminares apontam que, em 2014, houve redução de 7% no número de acidentes, em linhas gerais, comparado com o ano anterior. Porém, dados já consolidados indicam que o volume de acidentes fatais teve uma elevação de 7,2%

No ano passado, a redução do limite de velocidade foi implementada em 61 km de ruas e avenidas da cidade. A meta é diminuir o limite de velocidade em 100 km de vias até o final deste ano. Neste quadro, estão incluídas as marginais dos rios Pinheiros e Tietê.

Ao mesmo tempo, a Secretaria irá intensificar a fiscalização da circulação de caminhões nas grandes vias. No caso específico da avenida Nova Trabalhadores/Jacu-Pêssego, a velocidade e circulação de caminhões serão revistas, especialmente quando o trecho Leste do Rodoanel for entregue, que está previsto para junho.

Através do Programa de Proteção à Vida, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) vem ampliando a chamada Área 40 – vias com velocidade máxima de 40 km/h. A iniciativa começou a ser implantada em outubro de 2013 e já abrange todas as regiões da cidade.

Além disso, a CET irá implantar uma operação de fiscalização aleatória e alternada em ruas e avenidas da cidade com o objetivo de aumentar a segurança viária e diminuir o risco de acidentes registrados na capital. Outra iniciativa é a continuidade da instalação de novos radares eletrônicos.

“Essa nova metodologia de trabalho permitirá que, ao menos, 10 mil cruzamentos sejam fiscalizados por ano pelos agentes da CET com o objetivo de coibir irregularidades cometidas no trânsito”, afirmou o secretário municipal de Transportes, Jilmar Tatto, durante apresentação das medidas, na manhã desta quinta-feira, 30.

As medidas anunciadas visam diminuir as ocorrências de acidentes na cidade.

Entre janeiro e dezembro de 2013, foram registrados 23.365 acidentes frente a 21.704 ocorrências em 2014 (dado preliminar de janeiro a novembro).

Já especificamente o número de acidentes com vítimas fatais, confrontando-se os anos de 2013 e 2014, aumentou de 1.114 para 1.195.

CET no Seu Bairro

Outra medida para promover maior segurança no sistema viário vem sendo promovida através do programa CET no Seu Bairro. A cada mês, agentes da CET estão em diversas áreas de São Paulo, concentrando esforços para a revitalização da sinalização horizontal, vertical e semafórica, com especial atenção aos dispositivos de segurança, como as faixas de pedestre.

A primeira edição do programa CET no Seu Bairro de 2015 foi iniciada em 16 de março em mais seis bairros da capital. As bases itinerantes do programa estiveram disponíveis para atendimento às demandas da população de segunda a sexta-feira, das 8h00 às 16h00.

O programa contempla a manutenção/implantação de sinalização viária (vertical e horizontal), revitalização e manutenção de semáforos, manutenção de abrigos/totens de ônibus, bem como eventos gratuitos com ênfase na Educação de Trânsito.

Bloomberg – Programa de Segurança Viária

A cidade de São Paulo está entre as dez cidades no mundo a receber investimento e assessoria técnica nos próximos cinco anos para por em prática um Programa de Segurança Viária, com foco na redução de vítimas do trânsito e ênfase no controle de velocidade. Neste período, serão investidos US$ 12,5 mi no programa.
Em Nova York houve conseguiu reduzir drasticamente o número de acidentes com mortes durante a gestão do prefeito Michael Bloomberg (2002-2013).

“Além de experiências de Nova York, teremos novas metodologias de atuação relacionadas ao trânsito para dar suporte ao agente da CET e aumentar a segurança no sistema viário”, completa Jilmar Tatto.

Deixe seu comentário