Acidente com carros de luxo bloqueia pista local da Marginal Pinheiros

385

Uma batida envolvendo dois carros de luxo na marginal Pinheiros, sentido Castello Branco, causou transtornos aos paulistanos nesta quinta-feira (7).

De acordo com a CET, o acidente na pista local da marginal, próximo à ponte Cidade Jardim, aconteceu por volta das 6h35.

Ao “Bom Dia São Paulo”, o motorista do Audi prata disse que o condutor da BMW branca bateu em sua traseira e ele acabou batendo contra um caminhão, que não parou. Ele teve ferimentos e foi socorrido pelo resgate.

Já o taxista Claudemir de Paula afirmou ao programa que também foi atingido pelo motorista da BMW na avenida dos Bandeirantes, por volta das 4h. Ao bater no Audi, a BMW pegou fogo, que foi controlado pelo Corpo de Bombeiros.

Os motoristas não fizeram o teste do bafômetro porque a polícia não tinha o aparelho no momento da abordagem. A PM informou que o bafômetro estava sendo usado em outra ocorrência e, quando chegou, seu uso foi negado pelo motorista.

“Os policiais que chegaram primeiro ao local já autuaram o motorista em razão de seus sinais visíveis de embriaguez”, disse a Secretaria da Segurança Pública.

O caso foi registrado no 15º DP como embriaguez ao volante, racha e fuga do local do acidente. A polícia informou que será instaurado um inquérito policial para apurar se os três crimes se configuraram e, também, a demora no acionamento da perícia.

A pista local da marginal Pinheiros, sentido Castello Branco, foi liberada no final da manhã desta quinta-feira (7).

Por conta da interdição, segundo a CET (Companhia de Tráfego), a cidade registrou recorde de lentidão às 9h30 com 121 km de congestionamento. Às 12h, a cidade registrava 83 km de retenção –o equivale a 9,6% dos 868 km monitorados. O índice está acima do registrado para o horário (8,3%).

A companhia informou ainda que os carros foram rebocados, mas os motoristas que trafegavam em direção à rodovia Castello Branco enfrentavam retenção tanto na pista local quanto na expressa de 7 km cada uma, que se estendia da ponte João Dias até a ponte Cidade Jardim, região onde ocorreu o acidente.

Fonte: Folha de São Paulo

Deixe seu comentário