Usuários do Bike Sampa reclamam da diminuição do número de bicicletas

70
Foto: Jornal Zona Sul
Publicidade

O usuário do Bike Sampa, Diogo Martins, procurou o Mobilidade Sampa para relatar que faz alguns meses que o serviço Bike Sampa vem diminuindo o número de bikes disponíveis.

Ele informa que a diminuição de bikes começou há cerca de quatro meses e também relata: “Eles simplesmente engessaram a manutenção e principalmente a reposição de bicicletas nas estações. Se vocês abrirem o ‘mapinha’ de estações a qualquer dia e horário você vai ver mais das metades das estações ou fechadas, ou em manutenção, ou sem bicicleta nenhuma. Se você somar o número de bikes em todas as estações, depois das 23 horas (período em que todas estão nas estações), vai perceber que existem cerca de 500 bikes disponíveis, quando elas deveriam ser 2 mil!”

Nas quatro estações em que ele mais frequentava (Metrô Vila Madalena, Rua Haddock Lobo, Rua Luís Coelho e Rua Arruda Alvim), há três meses não consegue mais pegar uma bicicleta sequer em dias e horários variados, e que observa sempre no mapa as estações mais próximas e a situação é a mesma.

“O empréstimo de bicicletas do Bike Sampa (Itaú) é uma concessão pública de um serviço que deveria beneficiar a população, mas que no entanto só está beneficiando a contraparte da publicidade do banco em estações vazias ou cheias de bicicletas bloqueadas. Trata-se de um serviço de concessão pública que não está sendo prestado enquanto a propaganda dos tótens continua sendo explorada.”

Procuramos a Samba Transportes Sustentáveis, empresa responsável pelo Bike Sampa, para comentar sobre o assunto mas não obtivemos retorno.

Deixe seu comentário

comentários

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here