“Desafio da Camisinha” termina amanhã, Dia Mundial de Luta contra a Aids

649

Por meio das redes sociais, campanha do Instituto Emílio Ribas foca no público jovem e pede que eles façam selfies segurando um preservativo.

O Instituto de Infectologia Emílio Ribas está promovendo a campanha virtual “Desafio da Camisinha”, em comemoração ao Dia Mundial de Luta contra a Aids, 1º de dezembro. Por meio das redes sociais, a campanha foca no público jovem e pede que eles façam selfies segurando um preservativo ou enviem mensagens de prevenção ao HIV. Com isso, espera-se que as ações sejam multipilicadas em mídias como Facebook e Instagram.

As hashtags são: #SPcontraAids, #UseCamisinha, #UsoCamisinha e #IS2Myself. Artistas como os apresentadores Adriane Galisteu e Raul Gil, o cantor MC Gui e o jogador Cafu participaram voluntariamente da abertura da campanha e postando fotos em suas redes sociais. Nesta segunda, 1º de dezembro, o Emílio Ribas encerrará oficialmente a campanha com o Simpósio “A Cura da Aids: Estamos Perto?” e a tradicional soltura de balões vermelhos.

Jovens e o HIV

A população entre 15 e 24 anos já responde atualmente por 1 a cada 3 novos casos da doença no Brasil. “O surgimento dos antirretrovirais fez com que esta população ‘baixasse a guarda’ em relação à prevenção. Os mais jovens não vivenciaram o início da epidemia da Aids, nos anos 80 e 90, quando 22 milhões de pessoas morreram em função de complicações da doença”, alerta o idealizador da campanha, o médico infectologista do Instituto de Infectologista Emílio Ribas Jean Gorinchteyn.

Do Portal do Governo do Estado

Deixe seu comentário