Assembleias de motoristas e cobradores atrasam saída de ônibus das garagens

0
41
Atrasos Ônibus SPTrans
Ônibus que faz a linha 175T-10 na Zona Norte (Foto: Márcio Rodrigues)

No início da manhã desta segunda-feira (15), representantes do Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores em Transporte Rodoviário Urbano (Sindimotoristas) atrasaram a saída dos ônibus das garagens. Assembleias foram realizadas até por volta das 6h40 nas portas das garagens, impedindo a circulação normal dos coletivos.

Essas assembleias começaram por volta das 3h e deveriam ter durado até às 6h, horário a partir do qual a saída dos ônibus estaria normalizada. Segundo apuração feita pelo telejornal Bom Dia São Paulo da TV Globo, os passageiros relataram atrasos dos ônibus da Viação Sambaíba, na Zona Norte, da Viação Campo Belo, na Zona Sul e da Ambiental Transportes Urbanos, na Zona Leste.

Os passageiros ficaram esperando nos pontos de ônibus por mais de 45 minutos e não sabiam o motivo do atraso dos ônibus.

CAMPANHA SALARIAL

A categoria está em campanha salarial, na assembleia realizada na última quinta-feira (11), a direção do sindicato rejeitou a proposta apresentada pelas empresas de 3% de reajuste salarial pago em duas parcelas. Os motoristas e cobradores de ônibus pedem 5% de reajuste salarial, além da reposição da inflação. O sindicato também cobra o pagamento da Participação nos Lucros e Resultados, referente aos últimos 12 meses.

PARALISAÇÃO 

O sindicato também realizou assembleias na madrugada da última sexta-feira (12) para convocar os motoristas e cobradores a aderirem a uma paralisação na tarde desta terça-feira (16). O objetivo do sindicato é retirar todos os ônibus de circulação na cidade das 14h às 17h desta terça-feira. A entrada e saída dos terminais da cidade devem ser bloqueadas com veículos estacionados.

A SPTrans informou ao jornal O Estado de São Paulo que a Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes tomará todas as providências para impedir que a população seja prejudicada com a paralisação de terça.

Deixe seu comentário

comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO