18.8 C
São Paulo
segunda-feira, maio 27, 2024

SPTrans conclui licitação dos lotes do Trecho 2 do corredor de ônibus Norte-Sul

A SPTrans, empresa vinculada à Prefeitura de São Paulo, alcançou um marco significativo no desenvolvimento do transporte público da cidade com a conclusão do processo de licitação dos dois lotes do Trecho 2 do Corredor de Ônibus Norte-Sul.

O trecho abrange a rota entre o Terminal Bandeira e o Viaduto João Julião da Costa Aguiar, passando pela Av. dos Bandeirantes e percorrendo as avenidas 23 de Maio, Prof. Ascendino Reis, Ruben Berta e Moreira Guimarães.

Conforme publicado no Diário Oficial desta segunda-feira, 13 de maio de 2024, a SPTrans homologou e adjudicou o certame para os dois lotes do trecho 2.

Para o lote 01, a SPTrans firmará contrato no valor de R$ 340 milhões (R$ 339.849.287,04) com o Consórcio Corredor Norte Sul JRC, composto pelas empresas Jofege Pavimentação e Construção, REP Engenharia e Serviços e Construbase Engenharia.

Enquanto isso, o lote 02 será operado pelo Consórcio Norte Sul, formado pelas empresas FBS Construção Civil e Pavimentação, Compec Galasso Engenharia e Construções e Construtora Madri, mediante um contrato no valor de R$ 380 milhões (R$ 379.462.138,58).

O sistema abrangerá nove quilômetros, com 12 paradas, percorrendo o canteiro central de vias estratégicas como a Avenida 23 de Maio e a Avenida dos Bandeirantes.

Dividido em dois lotes, o lote 01 abrange o trajeto do Terminal Bandeira até às proximidades da Rua Dr. Luiz Falgetano Sobrinho, com 4,4 km de extensão e sete pontos de parada, centrado na Avenida 23 de Maio. Já o lote 02 se estende da Rua Dr. Luiz Falgetano Sobrinho ao Viaduto João Julião da Costa Aguiar (Av. Bandeirantes), com 4,6 km e cinco paradas, percorrendo as vias como Av. 23 de Maio, Av. Prof. Ascendino Reis, Av. Rubem Berta e Av. Moreira Guimarães.

O corredor será implantado ao longo do canteiro central, com infraestrutura para embarque e desembarque à esquerda dos ônibus, exceto na Parada Paulina, que terá embarque e desembarque à direita. O edital prevê pavimento rígido em toda a extensão, com concreto substituindo o asfalto, inclusive em pontos de ultrapassagem.

As plataformas das paradas serão acessíveis, com altura de 28 cm para facilitar o acesso aos ônibus, e contarão com abrigos cobertos, painéis de informação, pisos táteis e outros elementos de acessibilidade.

Em nota, a SPTrans destacou que o Corredor Norte-Sul integra o Programa de Metas 2021-24 da Prefeitura de São Paulo, especificamente na meta 46, que visa viabilizar 40 quilômetros de novos corredores de ônibus, reforçando o compromisso com a melhoria do transporte público na cidade.

MOBILIDADE SAMPA

Siga o Mobilidade Sampa nas redes sociais e fique informado sobre a mobilidade urbana de São Paulo e Região Metropolitana:

  • Twitter
  • Instagram
  • Telegram
  • Facebook
  • YouTube
  • LinkedIn
  • Igor Roberto
    Igor Robertohttps://noticiando.net/
    Paulistano, empreendedor e pai. Formado em gestão pública e graduando em Direito. É fascinado por temas relacionados a mobilidade urbana e o transporte público. É o redator de conteúdo dos sites de mobilidade do Grupo PLN. Quer entrar em contato com o Igor? Envie um e-mail para igor@grupopln.com.br.

    ÚLTIMOS POSTS

    ESCREVA SEU COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    SIGA-NOS

    6,317SeguidoresSeguir
    28,236SeguidoresSeguir
    439InscritosInscrever
    PUBLICIDADE

    ÚLTIMOS POSTS