18.8 C
São Paulo
segunda-feira, maio 27, 2024

Trólebus em São Paulo: uma questão de viabilidade e sustentabilidade

Os trólebus, veículos que há décadas circulam pelas ruas de São Paulo, continuam sendo objeto de debate e polêmica em meio aos planos de modernização do transporte público na cidade. Enquanto alguns os consideram relíquias de tempos passados, outros argumentam que ainda têm um papel relevante a desempenhar, especialmente quando comparados aos ônibus elétricos movidos a bateria.

Em termos de eficiência e custo-benefício, os trólebus ainda têm vantagens sobre seus concorrentes mais modernos. Além de serem silenciosos e ambientalmente sustentáveis, eles estão perfeitamente integrados às operações das empresas que os utilizam. Enquanto isso, os ônibus elétricos enfrentam desafios significativos, desde o alto custo de aquisição até a necessidade de obras de infraestrutura para recarga das baterias.

A Prefeitura de São Paulo se vê diante de um impasse, especialmente com a recente crise com a companhia de distribuição de energia elétrica, a Enel, que busca cobrar valores consideráveis para a instalação de pontos de abastecimento de energia para os ônibus elétricos. Esse cenário complicado levanta dúvidas sobre a viabilidade imediata da transição para uma frota majoritariamente elétrica.

Um estudo da Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP) destaca a necessidade de adaptações nas garagens para acomodar os ônibus elétricos, além de investimentos em infraestrutura e formação de mão de obra especializada. Essas considerações, somadas aos desafios técnicos e econômicos, colocam em xeque a meta ambiciosa da atual gestão municipal de ter 2,6 mil ônibus elétricos em operação até o final de 2024.

Enquanto isso, os trólebus continuam a desempenhar um papel importante no transporte público da cidade, transportando milhares de passageiros diariamente. Apesar de algumas declarações sobre sua eventual retirada de circulação, a administração municipal parece reconhecer a importância desses veículos, como indicado pela abertura de licitação para a manutenção e aprimoramento da rede elétrica necessária para sua operação.

Apesar das controvérsias e da concorrência com tecnologias mais recentes, os trólebus ainda representam uma opção viável e sustentável para o transporte público de São Paulo, algo que outras cidades ao redor do mundo também reconhecem. Seja como parte de uma solução de transição ou como uma alternativa de longo prazo, sua presença nas ruas da cidade continua a garantir uma mobilidade mais limpa e eficiente para os cidadãos paulistanos.

MOBILIDADE SAMPA

Siga o Mobilidade Sampa nas redes sociais e fique informado sobre a mobilidade urbana de São Paulo e Região Metropolitana:

  • Twitter
  • Instagram
  • Telegram
  • Facebook
  • YouTube
  • LinkedIn
  • Igor Roberto
    Igor Robertohttps://noticiando.net/
    Paulistano, empreendedor e pai. Formado em gestão pública e graduando em Direito. É fascinado por temas relacionados a mobilidade urbana e o transporte público. É o redator de conteúdo dos sites de mobilidade do Grupo PLN. Quer entrar em contato com o Igor? Envie um e-mail para igor@grupopln.com.br.

    ÚLTIMOS POSTS

    ESCREVA SEU COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    SIGA-NOS

    6,317SeguidoresSeguir
    28,236SeguidoresSeguir
    439InscritosInscrever
    PUBLICIDADE

    ÚLTIMOS POSTS