20.2 C
São Paulo
sexta-feira, maio 24, 2024

Linha Leste do Metrô de Fortaleza deve entrar em operação em 2026

Desde outubro do ano passado, uma equipe dedicada de homens e mulheres tem trabalhado incansavelmente na manutenção das tuneladoras responsáveis por abrir os túneis 1 e 2 da tão esperada Linha Leste do Metrofor, localizada a impressionantes 34 metros abaixo do solo da Catedral Metropolitana de Fortaleza. Este ambicioso projeto, previsto para ser concluído em 31 de dezembro de 2026, promete conectar a Estação Chico da Silva, no coração da cidade, à Estação do Papicu, em apenas 15 minutos, ao longo de 7,3 quilômetros de extensão.

Após três anos de inatividade, as duas tuneladoras estão prestes a voltar à operação, com previsão de retomada em junho e julho deste ano, respectivamente.

Financiado por uma combinação de fontes, incluindo um empréstimo de R$ 1 bilhão do BNDES, R$ 600 milhões do Orçamento Geral da União e contribuições do Tesouro do Estado do Ceará, somadas a recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), a primeira fase da Linha Leste está em andamento conforme o planejado, graças ao compromisso financeiro e cronológico estabelecido.

A Secretária Executiva de Logística e Obras da Secretaria de Infraestrutura do Governo do Ceará, engenheira Liana Fujita, afirmou que tanto o financiamento quanto o cronograma da obra estão em conformidade, enfatizando o esforço contínuo do governador Elmano de Freitas, do secretário da Casa Civil, Max Quintino, e do secretário de Infraestrutura, Antônio Ney de Souza, na garantia da progressão deste projeto vital para a mobilidade urbana da região.

Os trabalhos da Linha Leste não se limitam apenas à escavação dos túneis, mas também incluem a expansão das estações Chico da Silva, Colégio Militar, Nunes Valente e Papicu. Embora a conclusão das obras na Estação Chico da Silva esteja próxima, os trabalhos nas demais estações continuam em andamento, com previsão de chegada das tuneladoras à Estação do Colégio Militar em setembro, desde que não haja imprevistos.

A história tumultuada das obras públicas brasileiras também deixou sua marca na Linha Leste do Metrofor. Após a paralisação em 2015 devido a questões contratuais com o consórcio original, um novo consórcio assumiu o projeto em 2018, após uma licitação disputada.

O retorno das tuneladoras à atividade, previsto para o próximo mês de junho, é aguardado com expectativa, mas alguns desafios técnicos podem impactar o prazo. No entanto, a visita recente dos jornalistas ao canteiro de obras revelou um progresso significativo, com 1,3 km dos túneis já escavados e uma infraestrutura bem iluminada e visível para os visitantes.

Apesar dos desafios e incertezas, há uma esperança compartilhada de que a previsão otimista da secretária Liana Fujita se concretize, garantindo que a Linha Leste do Metrofor esteja operacional até 2026.

MOBILIDADE SAMPA

Siga o Mobilidade Sampa nas redes sociais e fique informado sobre a mobilidade urbana de São Paulo e Região Metropolitana:

  • Twitter
  • Instagram
  • Telegram
  • Facebook
  • YouTube
  • LinkedIn
  • Igor Roberto
    Igor Robertohttps://noticiando.net/
    Paulistano, empreendedor e pai. Formado em gestão pública e graduando em Direito. É fascinado por temas relacionados a mobilidade urbana e o transporte público. É o redator de conteúdo dos sites de mobilidade do Grupo PLN. Quer entrar em contato com o Igor? Envie um e-mail para igor@grupopln.com.br.

    ÚLTIMOS POSTS

    ESCREVA SEU COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    SIGA-NOS

    6,317SeguidoresSeguir
    28,236SeguidoresSeguir
    439InscritosInscrever
    PUBLICIDADE

    ÚLTIMOS POSTS