PUBLICIDADE

Novo terminal de passageiros será construído no Aeroporto de Congonhas até 2028

Projeto de novo terminal do Aeroporto de Congonhas, em SP (Foto: Divulgação/Aena)

O Aeroporto de Congonhas, situado na Zona Sul de São Paulo, está prestes a passar por uma significativa transformação. Em um anúncio realizado nesta segunda-feira (25) pela concessionária Aena, foi revelado que um novo terminal de passageiros será construído no local até junho de 2028. O anúncio contou com a presença do ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, e do governador do estado, Tarcísio de Freitas (Republicanos).

A Aena, grupo espanhol que assumiu a concessão de 11 aeroportos brasileiros no último ano, incluindo Congonhas, o segundo maior do país, planeja investir mais de R$ 2 bilhões nos próximos quatro anos para realizar diversas intervenções. Durante as obras de construção do novo terminal, o aeroporto continuará operando normalmente.

De acordo com o presidente da Aena Brasil, Santiago Yus, as melhorias planejadas permitirão que o Aeroporto de Congonhas esteja apto a receber aeronaves maiores, como o Airbus A321, e a realizar voos internacionais para países da América Latina.

Yus destacou ainda que a capacidade operacional do aeroporto será aumentada, possibilitando o atendimento de até 29,5 milhões de passageiros por ano, sem a necessidade de alterar o número de pousos e decolagens. Essa expansão promete impulsionar ainda mais a importância e o fluxo do aeroporto, consolidando-o como um dos principais centros de transporte aéreo do país.

Ações imediatas (entrega prevista para 2024)

  • Reordenamento das vias e meio-fios de acesso ao aeroporto, com incremento de 250 m para embarque e desembarque de passageiros;
  • Implantação de bolsão para carros de aplicativo e locadoras (onde os motoristas aguardam novas corridas) e nova praça de embarque para carros de aplicativo;
  • Atualização do sistema de ar-condicionado do terminal;
  • Reordenamento e ampliação da área de raio-x;
  • Ampliação da sala de embarque remoto, no qual é preciso pegar um ônibus para chegar até a porta da aeronave;
  • Reforma dos banheiros e da fachada, que havia sido anunciada antes da empresa assumir a concessão.

Melhorias com conclusão prevista para junho/2028

  • Aumento da área de embarque e desembarque;
  • Novo terminal, que será utilizado para embarques, enquanto o atual ficará para desembarques;
  • Novo salão de check-in;
  • Substituição das 12 pontes de embarque existentes e implantação de outras sete;
  • Novo sistema de processamento de bagagens, com mais sete carrosséis e duas novas esteiras de restituição;
  • Novo pátio de 215 mil m² para aviação comercial.

MOBILIDADE SAMPA

Siga o Mobilidade Sampa nas redes sociais e fique informado sobre a mobilidade urbana de São Paulo e Região Metropolitana:

  • Twitter
  • Instagram
  • Telegram
  • Facebook
  • YouTube
  • LinkedIn
  • Sair da versão mobile