Criminoso faz reféns na Rodoviária do Rio

Na tarde desta terça-feira (12), um ato de violência chocou a Rodoviária do Rio, localizada no Centro da cidade, quando um criminoso armado fez disparos e manteve 17 pessoas como reféns em um ônibus da Viação Sampaio. Após três horas de negociação, o sequestrador finalmente se entregou, e todos os passageiros foram libertados.

As autoridades agiram rapidamente diante da situação crítica, com uma equipe do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) sendo acionada para lidar com a ocorrência. A área ao redor da rodoviária foi isolada como medida de segurança, e um negociador foi designado para mediar as negociações com o criminoso.

Identificado como Paulo Sérgio de Lima, o sequestrador, segundo informações preliminares da polícia, era residente da Rocinha e tentava fugir para Juiz de Fora em um ônibus da Viação Sampaio.

O incidente resultou em duas pessoas baleadas, uma delas identificada como Bruno Lima de Costa Soares, de 34 anos, atingido por três tiros no tórax e no abdômen. Bruno foi levado às pressas para o Hospital Souza Aguiar, onde passou por cirurgia e permanece em estado grave. Outra vítima foi ferida por estilhaços e recebeu atendimento inicial no posto médico da rodoviária.

Durante a situação, o sequestrador fez dois disparos adicionais contra os agentes do Bope por volta das 17h, porém, nenhum agente ficou ferido.

Testemunhas como Carlos Saraiva descreveram o momento de pânico quando o bandido sacou a arma e começou a disparar, gerando um cenário de desespero entre os presentes.

Uma passageira relatou que o ônibus tinha como destino Juiz de Fora e estava parado na rodoviária devido a problemas no ar-condicionado quando o sequestrador iniciou o ataque.

O governador Cláudio Castro acompanhou de perto a situação, garantindo a dedicação máxima das forças de segurança no local.

Após o desfecho do incidente e a libertação dos reféns, várias ruas ao redor da rodoviária permaneceram interditadas, enquanto todas as lojas do terminal foram esvaziadas por medida de segurança.