O que aconteceu com as obras de duplicação da Estrada do M’Boi Mirim?

As obras de duplicação da Estrada do M’Boi Mirim, na Zona Sul de São Paulo, são mais uma das diversas promessas para a região que se tornaram uma “lenda urbana”.

Em 9 de junho de 2022, o então governador Rodrigo Garcia e o prefeito Ricardo Nunes anunciaram o início das obras de duplicação da antiga SP-214, a Estrada do M’Boi Mirim.

O investimento era de R$ 339 milhões e as obras seriam realizadas em 8,1 quilômetros da via.

“É um sonho e uma reivindicação de muitos anos. Essa obra é fundamental, pois reduzirá o tempo de deslocamento de quem mora nessa região bastante adensada e que hoje encontra dificuldades para se movimentar”, explicou Ricardo Nunes na época.

O DER (Departamento de Estradas de Rodagem) ficou responsável pela execução dos trabalhos. As obras foram divididas em três lotes e a previsão de conclusão era de 48 meses.

Obras

Os três lotes que compreendem as obras eram:

  • Entre o Terminal Jardim Ângela e a Avenida dos Funcionários Públicos, com extensão de 5,1 quilômetros de alargamentos e recuperação de pista, na capital;
  • Entre a Avenida dos Funcionários Públicos e a Rua Humberto Marçal, com extensão de 1,2 quilômetros, na capital;
  • E entre a Rua Humberto Marçal, no km 31 e a Estrada do Crispim, no km 32,8 da SP-214, com extensão de 1,8 quilômetro, no município de Itapecerica da Serra.

As obras de duplicação contemplavam ainda os trabalhos de recuperação da pista, implantação de baias para parada de ônibus, lombo faixas para pedestres e restauração do sistema de sinalização.

O início das obras foi feito de forma simbólica, com a derrubada de um muro, e depois disso, pouco foi feito.

Início simbólico das obras de duplicação da estrada do M’Boi Mirim com a derrubada de um muro (Foto: Richard Lourenço/REDE Câmara SP)

Pouco depois da derrubada do muro, um grupo político da região contratou pessoas para segurarem faixas com agradecimentos pelo início da obra, que contou com dois caminhões e um trator e ficou só nisso.

Faixas são expostas ao longo da estrada do M’Boi Mirim agradecendo políticos pela obra (Foto: Mobilidade Sampa)

No dia 21 de junho de 2022, a reportagem do Mobilidade Sampa percorreu todo o trajeto onde, deveriam ter canteiros de obras, mas nada foi encontrado.

Na época, o DER respondeu dois dias depois, informando que a empresa responsável pelas obras estava preparando o canteiro de obras na altura do número 7.000 da Estrada do M’Boi Mirim, o que de fato começou, só que somente no dia 22, um dia após serem cobrados pela reportagem.

Hoje, quase dois anos e a obra não avançou, segue parada e não há previsão para sua retomada.

O Mobilidade Sampa procurou novamente o DER que explicou dizendo que está em tramitação a transferência para a Prefeitura de São Paulo da execução das obras de duplicação da Estrada do M’Boi Mrim, no trecho que pertence à capital.

O DER explicou que no trecho de Itapecerica da Serra, têm sido realizado intervenções com obras de restauração do pavimento, reparos no sistema de drenagem e implantação de nova sinalização.

As obras no trecho de Itapecerica da Serra devem ser concluídas em março de 2024.

As obras no trecho da capital não têm previsão de retomada.

Confira nota do DER completa sobre o caso ao Mobilidade Sampa:

“O DER informa que está em tramitação a transferência para a Prefeitura de São Paulo da execução das obras de duplicação da Estrada do M’Boi Mirim, no trecho que pertence à capital. 

No caso do trecho em Itapecerica da Serra, o DER realiza no momento intervenções, entre os kms 31 e 32+800, da SP-214, que recebe obras de restauração do pavimento, reparos no sistema de drenagem e implantação de nova sinalização. 

Essas melhorias, no trecho em Itapecerica da Serra, foram iniciadas em julho de 2022 e devem ser concluídas até março de 2024.”

O Mobilidade Sampa procurou a Prefeitura de São Paulo que respondeu informando que as obras de duplicação da Estrada do M’Boi Mirim são de responsabilidade da gestão Tarcísio de Freitas.

“A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Habitação, informa que a obra de duplicação da Estrada M Boi Mirim, conforme Convênio 5796 de 14 de agosto de 2020 entre Estado/Prefeitura, é de responsabilidade do Governo do Estado por meio do Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de São Paulo (DER), pelo Decreto 67.004 de 28 de julho de 2022.”

Mobilidade Sampa continuará acompanhando o desfecho deste caso e cobrando o poder público. Em ano de eleição, existem manobras políticas em troca de votos, e essa obra emblemática precisa sair do papel. A população cobra!