Terminais de ônibus em São Paulo são bloqueados nesta terça, dia 21

Nove terminais de ônibus foram bloqueados nesta terça-feira, 21 de novembro, na cidade de São Paulo.

Os bloqueios foram registrados por conta de disputas internas para eleger o novo presidente do Sindmotoristas, entidade que representa os motoristas e cobradores de ônibus na capital.

Os protestos afetaram os terminais João Dias, Mercado, Campo Limpo, Capelinha, Parque D. Pedro II, Pinheiros, Santana, Santo Amaro e Vila Nova Cachoeirinha, sem qualquer aviso prévio aos passageiros.

O prefeito Ricardo Nunes classificou os bloqueios como “ato criminoso” e pediu providências da polícia contra o movimento que prejudica centena de passageiros nesta manhã.

A SPTrans deslocou suas equipes de campo e os guinchos do sistema de transporte municipal para prestar apoio à operação dos terminais da cidade e solicitou auxílio do policiamento para atuar nestes locais e que irá registrar boletim de ocorrência contra os manifestantes.

Por volta das 10h48, motoristas começaram a liberar os acessos. Às 12h18, segundo a SPTrans, todos os terminais já tinham sido desbloqueados.

Diversos ônibus foram vandalizados tendo janelas quebradas, pneus furados, entre outros. Houve também o registro de furto de chaves dos coletivos.

Segundo a Secretaria Municipal de Transportes, 530 mil passageiros em 368 linhas foram afetadas.