Bombeiro morre após ser jogado nos trilhos da linha 1-Azul do Metrô

Um bombeiro civil de 52 anos morreu após ser jogado nos trilhos da estação Sé, na linha 1-Azul do Metrô de São Paulo.

A vítima aguardava o trem no sentido Tucuruvi, na tarde de sexta-feira, 13 de outubro, quando foi empurrado por um outro homem, que foi até a delegacia e confessou o crime.

Adilson, que morreu após ser empurrado nos trilhos do Metrô de São Paulo, foi enterrado no sábado (14) (Foto: Reprodução)

O suspeito afirmou à polícia que teria confundido o bombeiro com um colega de trabalho com quem tinha desavença, segundo informações da Record TV.

Ele foi preso em flagrante por homicídio e está à disposição da Justiça. O nome dele não foi divulgado pela polícia.

O corpo de Adilson Ferreira foi enterrado no sábado, 14 de outubro, em Ferraz de Vasconcelos, no Alto Tietê (SP).

O Metrô informou que lamenta a situação, que se solidariza com a família da vítima e que segue à disposição das autoridades para elucidação do crime.