Obras de requalificação do Terminal Santo Amaro são entregues

As obras de requalificação e benfeitorias do Terminal Santo Amaro foram oficialmente entregues nesta segunda-feira, 28 de agosto.

Além de estar totalmente acessível, o local, que recebe 100 mil pessoas por dia, tem novos sanitários públicos, acessíveis, familiares e sustentáveis, com a utilização de água de reuso, mictórios que não utilizam água e minimizam o odor e equipamentos antivandalismo. O terminal também tem um novo Centro de Controle Operacional, com mais de 70 câmeras, visando aumentar a segurança dos passageiros.

As melhorias incluem ainda a instalação de um novo posto de atendimento para informações e venda de créditos do Bilhete Único, bicicletário com controle de acesso e capacidade para mais de 50 bicicletas e a implantação de refeitório, que leva conforto aos motoristas, cobradores e fiscais das 62 linhas que circulam no terminal. Além disso, o local passa a contar com um sistema de combate a incêndio, novo sistema de iluminação com tecnologia LED, novos bancos e lixeiras.

Concessão

O Santo Amaro está entre os dez terminais concedidos no bloco sul no ano passado, sob responsabilidade da SPE São Paulo Sul S.A. Além dele, também estão nesse lote os terminais Água Espraiada, Bandeira, Capelinha, Grajaú, Guarapiranga, Jardim Ângela, João Dias, Parelheiros, Santo Amaro e Varginha.  O valor do contrato é R$ 2.210.440.320,00. De acordo com o contrato de concessão, as melhorias em todos os terminais devem ser concluídas até novembro de 2024. Assim, o Terminal Santo Amaro é o primeiro a ter as intervenções concluídas, 15 meses antes do prazo final.

Também foram concedidos os nove terminais do lote Noroeste, que estão sob responsabilidade da concessionária SPE SP Noroeste S/A. Com contrato de R$ 1.789.200.000,00, estão nesse lote os terminais Amaral Gurgel, Campo Limpo, Casa Verde, Jardim Britânia, Lapa, Princesa Isabel, Pinheiros, Pirituba, Vila Nova Cachoeirinha e as paradas Eldorado e Clínicas. 

Pelo período de 30 anos, as empresas vão ser responsáveis pela requalificação dos espaços, além da administração, conservação e manutenção dos terminais. As empresas também têm direito à exploração comercial nos locais.

Durante a entrega das obras, o prefeito ressaltou a vantagem da concessão dos terminais, que foi iniciada no ano passado pela gestão municipal. “O privado fez o investimento e agora poderá explorar os terminais mantendo as condições necessárias de qualidade para utilização”, disse Nunes. 

Acessibilidade

As obras também melhoraram o acesso de pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, garantindo ao equipamento a emissão do Selo de Acessibilidade pela Comissão Permanente de Acessibilidade (CPA), da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência (SMPED), concedido à edificação considerada adequada ao uso público e acessível às pessoas com deficiência. O selo tem validade de 10 anos e a certificação também foi entregue ao terminal nesta segunda-feira.

As melhorias foram executadas pela concessionária de acordo com as necessidades indicadas pela SPTrans, que acompanhou e supervisionou os trabalhos desde seu início, em dezembro de 2022.

Comunicação visual

Além das obras físicas, o Terminal Santo Amaro passa a contar com uma nova comunicação visual, concebida pela arquiteta Lisiane Di Corá e com intervenção artística da designer Mariana Prestes, feita a partir das técnicas de aquarela e desenho com frases que homenageiam as pessoas que transitam pelo local, aplicada em superfícies como muros, paredes e testeiras, áreas elevadas da arquitetura preexistente nos espaços abertos e que emolduram o Santo Amaro.

Com a entrega, os mais de 100 mil passageiros e colaboradores que utilizam o terminal diariamente passam a ter maior conforto, modernidade e segurança, em um ambiente agradável, acessível, sustentável, seguro e higiênico. O próximo passo será promover ações culturais/educacionais e outros eventos que possam trazer experiências e informações a todas as pessoas que passam pelo terminal.