Financiamento de veículos cresce 5,7% no 1º semestre

As vendas financiadas de veículos no primeiro semestre de 2023 somaram 2,7 milhões de unidades entre novos e usados, de acordo com dados da B3. O número, que inclui autos leves, motos e pesados em todo o país, representa um crescimento de 5,7% em relação ao mesmo período de 2022.

O segmento que registrou o maior aumento no primeiro semestre foi o de motos, com crescimento 19,6%. A categoria de veículos leves teve um aumento 2,5%. Já o financiamento de veículos pesados caiu 4,4% no período.

Considerando apenas o mês de junho, foram financiadas 485 mil unidades entre autos leves, motos e pesados. O número representa um crescimento de 8% ante junho de 2022 e uma queda de 3,1% na comparação com maio. No segmento de autos leves, houve alta de 6,8% em relação ao mesmo período do ano passado, mas recuo de 0,6% se comparado com maio.

Ainda em junho, o financiamento de motos aumentou em 16% na comparação com junho do ano passado e caiu 10,4% ante maio. Por fim, o financiamento de veículos pesados teve queda de 9,4% em relação a junho de 2022 e de 0,5% em relação a maio.


“Quando analisamos o resultado de junho, os números totais são inferiores em relação ao mês passado devido à diferença em dias úteis. No entanto, se considerarmos o resultado por dia útil, houve melhora em relação ao mês anterior com crescimento de 1,5%. Um dos motivos para isso foi a aceleração dos financiamentos na última semana de junho, com destaque para os financiamentos de veículos novos”, diz Gustavo Ferro, gerente de Planejamento e Inteligência de Mercado na B3.