Uso de energia solar para abastecimento de carros elétricos

O uso de energia solar para abastecimento de carros elétricos é uma tendência em todo o mundo à medida que a busca por fontes de energia mais limpas e sustentáveis se intensifica. Segundo dados da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores – ANFAVEA – e do Boston Consulting Group (BCG), em 2030 os carros elétricos vão representar 5% da frota brasileira, com vendas de 180 mil unidades ao ano. Atualmente a fonte mais econômica para abastecimento, também se destaca por ser limpa e renovável, não produzindo emissões de gases de efeito estufa e não dependendo de combustíveis fósseis, como o petróleo ou o gás natural. Além disso, com o aumento da demanda por novos veículos, o abastecimento elétrico pode não se sustentar, já que, para gerar a eletricidade que chegue ao consumidor, é preciso hidrelétricas e os casos de racionamento de água têm sido cada vez mais recorrentes no país.

A energia solar, segundo dados da Agência Nacional de Energia Elétrica, tem hoje cerca de 109,7 GW e deve se tornar a mais utilizada em 2050, superando as hidrelétricas. Para carregar os carros elétricos, ela pode ser utilizada de duas maneiras: a primeira é por meio da instalação de painéis solares em residências ou em empresas, que geram energia elétrica a partir da luz do sol; ou, numa segunda hipótese, por meio de estações de carregamento de veículos elétricos, que são alimentadas por sistemas fotovoltaicos.

Para montar um ponto de recarga próprio são levados em consideração capacidade de carga desejada, localização da residência e tipo de instalação. As regras são estabelecidas pela Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL – e incluem aspectos de segurança e proteção contra sobrecarga na rede elétrica. A instalação de painéis solares pode ser vantajosa para aqueles que possuem carros elétricos, pois a energia gerada pode ser usada para carregar o automóvel sem custo adicional. Além disso, o uso ajuda a reduzir a pegada de carbono do proprietário, já que a eletricidade gerada é limpa e renovável.

Também é possível oferecer carga rápida para veículos elétricos em postos de gasolina. Nesses casos, a instalação é composta por painéis solares, inversores e baterias de armazenamento. O custo para a instalação pode variar de R$ 5 a R$ 10 mil por kW instalado, além do custo dos equipamentos de carregamento rápido. Ao oferecer esse serviço, os estabelecimentos podem se beneficiar da crescente demanda pela tecnologia, atraindo novos clientes e diversificando os serviços.

Embora a instalação de painéis solares em casa ou em empresas e a construção de estações de carregamento de veículos elétricos alimentadas por sistemas fotovoltaicos possam ter um custo inicial elevado, são opções que podem ser benéficas a longo prazo, pois reduzem os custos de energia elétrica e contribuem para a preservação do meio ambiente.