Startup de gestão de frota destaca uso de videometria para reduzir 60% dos acidentes nas estradas

Entra ano e sai ano, os acidentes no trânsito representam um problema sério de saúde pública. De acordo com o balanço da Confederação Nacional de Transporte (CNT), em 2022 foram registrados 64.447 acidentes nas rodovias federais, sendo que 52.948 resultaram em vítimas (mortos ou feridos).

Ainda de acordo com a entidade, as falhas humanas, como reações tardias ao volante, ineficientes ou ausência de reação por parte do condutor são indicadas como fatores predominantes desses índices.

Visando reduzir os índices apontados, existem empresas que lançam mão da tecnologia com inteligência artificial (IA) para aumentar a segurança e diminuir as incidências nas estradas. É o caso da Infleet, startup de gestão de frota corporativa que oferece duas soluções tecnológicas para prevenção de problemas dos veículos nas estradas.

Uma é a telemetria integrada com o controle de custos, que consiste na gestão operacional e gerencial da frota. Por meio de um aparelho instalado no veículo, os dados, como ociosidade do motor, excesso de velocidade, autonomia, frenagens e acelerações bruscas, são coletados com o objetivo de otimizar os gastos e aumentar os ganhos da empresa. “A tecnologia consegue centralizar os custos da frota, combustível, manutenção e sinistros, para que a empresa alcance até 20% de redução nos custos operacionais”, revela Victor Cavalcanti, CEO da Infleet.

Outra solução é a videotelemetria, com tracking capaz de identificar se quem está atrás do volante faz uso de cigarro, celular, se está distraído, com sono, por exemplo, ou, então, arriscando ultrapassagens perigosas. Ou seja, reconhece tudo o que o motorista faz enquanto dirige. Outros atos de imprudência que são identificados pela tecnologia são: a aceleração ou frenagem brusca. Os dados entre o ponto de partida e chegada do condutor são armazenados para formação de relatórios precisos e servem de tomada e decisão para os gestores das frotas.

“Com a videotelemetria é possível acompanhar incidentes de fadiga, uso do celular, cigarro, distrações e outros comportamentos prejudiciais que podem acarretar risco tanto para quem dirige, quanto para terceiros. Com as novas tecnologias, principalmente a inteligência artificial, é possível reduzir 80% das distrações ao volante e 60% dos acidentes”, sublinha Cavalcanti.

Meta ousada

Este ano a Infleet completa cinco anos de operação e foi uma das startups que sobreviveu aos percalços da pandemia da Covid-19. Fechando aportes e com meta de crescer 150% este ano, a startup baiana tem como objetivo a médio e longo prazo ser a maior empresa de gestão de frotas ESG da América Latina.