Transporte coletivo lotado e atrasos: a dura realidade enfrentada pelos trabalhadores

Um vídeo que viralizou nas redes sociais na semana passada tem chamado a atenção para a difícil situação dos trabalhadores no transporte coletivo.

Ônibus abarrotados e atrasos frequentes são retratados, destacando a estação Guaianases da Linha 11-Coral da CPTM como exemplo.

As imagens revelam a falta de espaço e o desconforto dos passageiros, além dos atrasos significativos na rotina diária.

Nas redes sociais, surgem debates sobre a necessidade urgente de melhorias no transporte coletivo para oferecer condições adequadas e eficientes aos usuários.

Muita gente não sabe, mas os passageiros podem e devem reclamar se as linhas de ônibus que utilizam no dia a dia estiverem lotadas frequentemente ou operando com atrasos.

Um dos canais para registrar reclamações é o SP156 da Prefeitura de São Paulo. Segue o passo a passo:

  1. Acesse o site SP156;
  2. Selecione o serviço “Trânsito e Transporte“;
  3. Selecione o serviço “Ainda não encontrou?” e “Ônibus – Linhas e itinerários”;
  4. Selecione os serviços “Ônibus – Reclamar de veículo com superlotação” ou “Reclamar de intervalo excessivo da linha“.

As seguintes informações são necessárias para registrar a reclamação:

  • Número da linha do ônibus;
  • Data e horário da ocorrência;
  • Local da ocorrência;
  • Sentido do ônibus;
  • Descrição do que aconteceu;
  • Placa do ônibus ou prefixo (o prefixo é uma sequência numérica fixada em vários locais do ônibus).

A solicitação será analisada por uma equipe da SPTrans e o passageiro receberá um e-mail ou SMS avisando sobre a finalização da solicitação.

Linhas ônibus SP156