23.7 C
São Paulo
quinta-feira, fevereiro 29, 2024

Maio Amarelo: além de traumas físicos provocados por acidentes de trânsito, saúde mental também é impactada

O Maio Amarelo é uma campanha realizada há 10 anos que incentiva a segurança no trânsito. Anualmente no Brasil, cerca de 45 mil mortes acontecem em decorrência de acidentes de trânsito, segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). 

A meta estipulada pela Organização das Nações Unidas (ONU) para acidentes de trânsito é a diminuição dos casos em, pelo menos, metade até 2028. Para além das sequelas físicas, a adaptação psicossocial de um paciente que passou por essa situação é complexa. 

“Além da sequela física, a readaptação psicológica do paciente é trabalhosa e demanda paciência. Uma situação de trauma como essa pode levar a transtornos de ansiedade relacionados à viagens, estresse pós-traumático e depressão”, explica a Dra. Aline Sabino, psiquiatra na Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo.

Dentre os sintomas, que alguém que vivenciou um acidente de trânsito pode apresentar, estão: flashbacks do ocorrido em vários momentos do dia, ataques de pânico, reexperienciação do acidente, pensamentos intrusivos, insônia, pesadelos com o acontecimento, ansiedade, depressão, irritabilidade, hipervigilância, isolamento e até mesmo solidão.

Além das diversas abordagens de recuperação para uma vítima de acidente de trânsito, quando se trata da questão psicológica o acompanhamento com um especialista é essencial e deve estar aliado ao uso de medicamentos, quando necessário.

A psiquiatra ressalta que é importante praticar o gerenciamento de estresse, por meio de técnicas de relaxamento, como exercícios de respiração, a prática de uma atividade agradável e até mesmo a verbalização da frustração para auxiliar no processo de melhora da condição.

De acordo com a especialista, é difícil mensurar a quantidade de casos de acidente de trânsito que levam à um quadro de sequelas psicológicas devido à falta de dados recentes sobre o assunto.

Quais as principais causas de acidentes de trânsito?

A saúde mental também pode ser um fator importante também para a prevenção de acidentes. Segundo um estudo da Associação Brasileira de Medicina do Tráfego (Abramet), entre janeiro e julho de 2022, cerca de 14 mil acidentes de trânsito no país foram causados por fator humano e questões de saúde.

Além disso, uma pesquisa realizada pelo Instituto de Transportes da Virginia Tech revelou que dirigir sob estado emocional alterado aumenta em dez vezes o risco de acidentes no volante. A Abramet também aponta que o país tem tido uma mudança de perfil de motorista, que se mostra mais agressivo e imprudente.

O Brasil também é um dos países mais ansiosos do mundo, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). Dentro disso, a Dra. Aline Sabino ressalta que o cuidado com a saúde mental é essencial para a diminuição de acidentes no trânsito.

“A combinação de estresse e ansiedade com o volante pode causar diversas consequências para a população, especialmente com o perfil cada vez mais agressivo e individualista, é cada vez mais necessário manter a calma em situações no trânsito para evitar situações graves”, finaliza Sabino.

Deixe seu comentário

MOBILIDADE SAMPA

Siga o Mobilidade Sampa nas redes sociais e fique informado sobre a mobilidade urbana de São Paulo e Região Metropolitana:

  • Twitter
  • Instagram
  • Telegram
  • Facebook
  • YouTube
  • LinkedIn
  • Régis Silva
    Régis Silva
    Régis Silva é redator de conteúdo dos sites de mobilidade urbana do Grupo PLN.

    ÚLTIMOS POSTS

    SIGA-NOS

    6,317FollowersFollow
    28,236FollowersFollow
    439SubscribersSubscribe
    PUBLICIDADE

    ÚLTIMOS POSTS