Saiba como transportar bagagens dentro ou fora do carro sem receber multas

Seja para viajar com a família ou no dia a dia do trabalho, o transporte de bagagens precisa seguir a lei. E não só para evitar multas, mas também para garantir a segurança do condutor e de possíveis passageiros. Por isso, a LeasePlan, líder mundial no setor de car as a service, preparou algumas dicas sobre transporte de bagagens. Confira!

  1. Legislação vigente e possíveis penalidades no transporte de bagagens

Um dos erros mais comuns é colocar bagagem em cima do tampão interno do porta-malas. É importante saber: o artigo 105 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) proíbe essa ação! Sendo assim, “obstruir a visão do retrovisor interno de veículos de passeio é uma infração grave sujeito à multa”.

Outro cuidado que o motorista precisa ter é em relação ao peso máximo que o veículo pode carregar. Essa informação pode ser encontrada no manual. Trafegar com excesso de carga é infração grave com penalidade de R$ 195,23 e medida administrativa de retenção do veículo até que a situação seja resolvida. Isto é, até que o excedente de carga seja removido.

Para quem se pergunta se é permitido transportar bagagens como bolsas, mochilas, pequenos objetos e embrulhos soltos no veículo, a resposta é: sim! Esse tipo de bagagem pode ser transportada solta perante a lei. Mas atenção: mesmo itens pequenos podem ser perigosos em caso de um acidente. Em uma batida, um desses objetos pode se chocar com um dos passageiros; e aí, mesmo itens leves, podem se tornar verdadeiras armas. O recomendado é transportar qualquer tipo de bagagem no porta-malas ou no porta-luvas. No caso de bagagens maiores, elas são consideradas cargas. Assim sendo, transportar grandes malas soltas ou outro tipo de bagagem grande é infração passível de multa; portanto, tudo deve estar no compartimento adequado para transporte.

  1. Altura e peso máximo para uso de bagageiro no teto

O bagageiro de teto é uma opção para quem tem um porta-malas pequeno. Mas atenção: os tetos suportam em torno de 50 a 80 quilos. Por lei, a carga não pode passar de 50 cm de altura.

Uma dica para quem vai fazer uso do bagageiro de teto é colocar itens de menor peso, mas que ocupam mais espaço dentro do carro. E é necessário prender a carga com cadeados e travas, para evitar que a bagagem caia na estrada e cause acidentes.

  1. Cuidados ao dirigir com bagageiro no teto

O centro de gravidade do veículo muda depois da instalação do bagageiro de teto, deixando o carro mais instável. Então, é mais do que necessário reduzir ainda mais a velocidade para fazer curvas, já que há risco de capotamento. Dirija com cuidado!

Dicas extras: como acomodar bagagens no veículo

  • Malas devem ficar no fundo e nas laterais do veículo. No meio, o ideal é colocar malas menores e mais leves;
  • Sacolas e caixas de isopor devem ser colocadas por último;
  • Mochilas podem ir por cima das malas;
  • No tampão interno do porta-malas o ideal é viajar sem bagagem. Mesmo pequenos objetos podem ferir os passageiros em caso de acidente.

Gostou das dicas? E já que 2023 está recheado de feriados, boa viagem com segurança!