Rodoanel Norte terá sistema “free flow” para pagamento de pedágios

O sistema free flow será implantado para cobrar pedágio dos motoristas no trecho norte do Rodoanel, cujas obras ainda estão em fase de conclusão após dez anos desde o seu início.

O sistema é composto por câmeras que realizam a leitura das placas e é capaz de identificar demais características como altura, dimensões e largura dos veículos, incluindo se ele trata de um caminhão, carro ou moto, por exemplo.

Desta forma, a cobrança do pedágio será feito por km rodado.

“Vamos aposentar todas as praças de pedágio em todo o estado de São Paulo. Com o sistema, o motorista passa a pagar uma tarifa mais justa pelo que realmente utiliza da rodovia, e de forma mais simples e ágil”, afirmou Tarcísio de Freitas, governador de São Paulo.

Rodoanel Norte

O trecho norte do anel viário tem 44 km de extensão, entre as cidades de Arujá, Guarulhos e São Paulo. A obra ajudará a desafogar o trânsito na marginal Tietê. Ao todo, o Rodoanel terá cerca de 176 quilômetros de extensão.

Em março, o consórcio Via Appia Fundo de Investimento em Participação foi o vencedor para conclusão das obras do trecho norte e irá explorar o sistema viário por 31 anos.

De acordo com o edital, o investimento estimado será de R$ 3,4 bilhões ao longo dos 31 anos de concessão.

Desse montante, cerca de R$ 2 bilhões devem ser destinados à conclusão das obras, com o restante usado na operação e manutenção da rodovia, que terá a supervisão da Artesp.

Ainda não há data para conclusão das obras.