Reforma tributária pode aumentar custos do transporte público urbano em até 20%

A Associação Nacional de Empresas de Transportes Urbanos (NTU) alertou para o risco de aumento dos custos do transporte público coletivo urbano no país devido à proposta de reforma tributária.

O diretor de Gestão da NTU apresentou um estudo realizado pela Associação Nacional de Transportes Públicos, que mostra que o impacto da reforma recairá sobre as empresas prestadoras do serviço e pode chegar a 20,52% em cidades como São Paulo, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre e Rio de Janeiro.

O gasto com mão de obra é o principal custo do setor (44%), seguido pelos combustíveis e lubrificantes (33%).

Representantes do setor de serviços também participaram da audiência e destacaram que qualquer aumento no valor dos produtos comercializados pelo setor será repassado ao consumidor.

O relator da proposta de reforma tributária afirmou que o desafio é construir um sistema tributário justo e que as observações levantadas na audiência serão levadas em consideração.