Brasil: viagens corporativas voltam a faturar como antes da pandemia

O setor de viagens corporativas no Brasil fechou 2022 com faturamento de R$ 11,2 bilhões, 1,6% menor que o registrado em 2019, antes da pandemia de COVID-19.

Segundo a Associação Brasileira de Agência de Viagens Corporativas (Abracorp), o segmento movimentou R$ 925 milhões em dezembro de 2022, 26% acima do verificado no mesmo período de 2019.

A ministra do Turismo, Daniela Carneiro, acredita que esses dados evidenciam a recuperação do setor e afirma que o governo irá trabalhar para fortalecê-lo.

Atualmente, o Ministério do Turismo está investindo cerca de R$ 138 milhões em obras de construção e revitalização de espaços de eventos no país, essenciais ao mercado de viagens corporativas.

Duas atividades econômicas na área corporativa destacaram-se no acumulado de 2022: locação de veículos, com faturamento 83% maior, e transporte rodoviário coletivo de passageiros, com receita total 117% superior.