CCR ViaOeste segue com atividades de supressão de vegetação na rodovia Castelo Branco, em Barueri

A CCR ViaOeste segue com o preparo das áreas que irão receber as obras de extensão das pistas marginais da rodovia Castelo Branco, em Barueri. As atividades de retirada de vegetação e limpeza acontecem, dessa vez, no trecho da rodovia paralelo à Avenida Anápolis, localizado entre os quilômetros 26 e 25, no sentido capital. Os serviços serão realizados de 24/02 a 10/04, em período diurno, das 7h às 18h. O trajeto dos motoristas não será impactado tendo em vista que não serão necessárias interdições no viário urbano ou rodoviário.

Os serviços de supressão de vegetação foram iniciados em novembro de 2022, após a obtenção das licenças ambientais e de instalação emitidas pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo – CETESB.  

Como medida compensatória, a CCR ViaOeste irá reflorestar o equivalente a 56 hectares de mata em local determinado pelo órgão ambiental. Todo o processo de tratamento de vegetação para comportar as futuras instalações neste local tem previsão de término ainda no primeiro semestre de 2023.

Sobre a obra de ampliação das marginais da Castelo 

Com investimentos da ordem de R$ 815 milhões, a construção da ampliação das marginais da Castelo entre os quilômetros 22,5 e 27 e faixas adicionais entre os quilômetros 27 e km 31,650, pista Oeste, proporcionará maior segurança, conforto e fluidez aos clientes e munícipes além de maior qualidade de vida resultante da redução do tempo de trajeto ao acessar os municípios e maior desenvolvimento à região. 

Contando com uma infraestrutura completa (execução de terraplenagem; implantação de estruturas de contenção; execução de pavimentação; obras de arte corrente e drenagem; elementos de segurança; sinalização horizontal e vertical e revestimento vegetal). O projeto prevê remodelação dos trevos de acesso à Barueri e Alphaville além da construção de duas novas pontes paralelas a ponte Guilherme de Almeida existente. 

Geração e oportunidade de empregos 

A execução da obra beneficiará a região com cerca de 21 mil empregos diretos e indiretos ao longo de todo contrato, privilegiando a mão de obra local. Atualmente cerca de 120 oportunidades estão abertas para preenchimento imediato nas funções de serviços gerais, carpinteiro, armador e soldador, dentre outras. As contratações acontecerão conforme o andamento das atividades, e, caso haja necessidade de extensão do turno de trabalho, os números aumentarão.