Mulher é condenada por crime de trânsito que resultou na morte de dois trabalhadores em SP

Juliana Cristina da Silva foi condenada pela justiça por ter atropelado e matado dois homens enquanto pintavam uma ciclofaixa em São Paulo, em 2015.

Ela dirigia embriagada e a uma velocidade alta, e depois de atropelar as vítimas, fugiu sem prestar socorro.

Ela também bateu o carro em uma árvore e fugiu novamente, mas foi alcançada por duas pessoas que chamaram a polícia.

Ela foi considerada culpada de praticar o crime de homicídio com dolo eventual, ou seja, sabendo do risco de matar.

Embora o Ministério Público tenha pedido sua prisão, a justiça permitiu que ela respondesse em liberdade.

As vítimas eram funcionários de uma empresa terceirizada que prestava serviços para a Companhia de Engenharia de Tráfego de São Paulo (CET).

Ambos eram originários do Piauí e tinham famílias.