Prevenção à violência: agentes de trânsito da CET passam a usar câmeras

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) iniciou no final do mês de setembro de 2022 o uso de câmeras corporais durante as interações do trabalho dos Agentes de Trânsito.

O objetivo é trazer mais segurança e prevenção à violência aos funcionários durante o monitoramento das vias na cidade de São Paulo.

Os equipamentos atendem a uma reivindicação antiga dos funcionários da CET para demonstrar como são as abordagens realizadas pelos agentes em sua rotina nas ruas da cidade e, principalmente, trazer segurança e tranquilidade durante o trabalho nas ruas.

As câmeras corporais não serão utilizadas para a aplicação das penalidades previstas no Código de Trânsito Brasileiro.

Entre 2019 até agosto de 2022, 141 funcionários sofreram algum tipo de violência (lesão corporal, ameaça, injúria, desacato ou mesmo dano no veículo) durante o serviço.

A CET mantém um Departamento Jurídico para atender somente demandas de atos de violência contra Agentes da Companhia.

No total, são 700 câmeras corporais, em um contrato de 30 meses, com um custo total de R$ 12,9 milhões.