Prefeitura de Sorocaba anuncia mais 50 ônibus 0 km, 10 deles elétricos, para início de 2023

A Prefeitura de Sorocaba, por meio da Urbes – Trânsito e Transportes, dá continuidade ao seu programa de renovação da frota do transporte público e anuncia a operacionalização de mais 50 ônibus zero quilômetro, sendo 10 deles elétricos, no início de 2023.

As três operadoras do transporte público em Sorocaba, que são a City, Consor e BRT, em 2021, iniciaram o processo de renovação da frota e, desde então, continuam adquirindo novos ônibus para atender ao crescimento da demanda de passageiros, além de proporcionar sempre mais conforto, segurança e eficiência.

Desta vez, a Consor vai disponibilizar 20 ônibus e a City outros 20, além dos 10 elétricos, todos modernos e equipados com ar-condicionado, elevador para cadeirante, internet sem fio e carregador UBS de eletrônicos, além de terem maior capacidade.

Os 40 ônibus convencionais serão distribuídos em linhas, como: 5 Vila Carvalho/Vila Fiori, 10 Senac, 17 Central Parque, 40 Vila Jardini, 21 Lopes de Oliveira, 28 Mineirão, 44 Novo Mundo, 55 Rodrigo, 62/1 São Bento II e 73 Júlio de Mesquita.

Já, as linhas em que os elétricos vão rodar serão definidas pela Urbes e pela empresa operadora, em breve, levando em conta análise do monitoramento diário do sistema, com base na rota, extensão, infraestrutura disponível e demanda de passageiros.

Ônibus elétricos

Os 10 ônibus elétricos terão a partir de 12,5 metros de comprimento, chassi Mercebes-Benz, carroceria Caio, baterias Weg, freios ABS elétricos e sistema de regeneração de energia. A autonomia é de até 250 quilômetros e o sistema de tração exclusivamente elétrico dispensa câmbio.

A implantação dessa nova tecnologia, que permite uma condução suave e silenciosa, além de confortável aos passageiros, vem sendo discutida pela atual Administração Municipal. Isso porque com o ônibus elétrico não há emissão de fumaça, barulho e material particulado saído dos pneus.

“É uma alternativa viável à mobilidade urbana, eficiente e sustentável, que coloca Sorocaba, mais uma vez, à frente de outras grandes cidades do País. A City está apostando na cidade, como local ideal para adotar a eletromobilidade no transporte público, de forma pioneira no interior paulista”, destaca o prefeito Rodrigo Manga.

Melhorias na frota

Sorocaba opera com 100% da frota de 371 ônibus do transporte coletivo, em 119 linhas, com capacidade de transporte para até 660.671 passageiros/dia útil, bem acima da demanda atual (mais de quatro vezes), que é de 154,5 mil passageiros/dia útil, em média. Em 2020, eram 109 linhas e 300 ônibus. O número de viagens por ano passou de 1.794.961 para 2.425.230, no mesmo período.

Em 2021, foram incorporados à frota 114 novos ônibus e, em 2022, mais 45, também todos zero quilômetro. Atualmente, são 36 ônibus superarticulados e 30 articulados. Até o fim de 2019, eram apenas 18 articulados e uma capacidade total de transporte para até 586.953 passageiros por dia útil.

“A atualização da frota só não ocorreu mais rapidamente, devido à pandemia e de outros fatores mundiais que afetaram as montadoras, as quais enfrentaram dificuldades para a entrega dos veículos, devido à falta geral de peças e outros componentes”, explica o diretor-presidente da Urbes, Sergio Barreto.

Ele lembra, ainda, que está prevista, até o fim de 2023, a conclusão das obras do novo Corredor Oeste do BRT. Com isso, o sistema ganhará outros 36 novos ônibus e em torno de 45 mil sorocabanos, por dia, serão favorecidos pelo novo corredor do transporte coletivo.

A Urbes informa que todos os veículos da frota são regularmente vistoriados e apresentam todas as condições de circulação. Atualmente, a idade média da frota de ônibus em Sorocaba é de 4,35 anos, índice classificado dentro dos padrões de qualidade em mobilidade, que estabelecem até cinco anos para a idade média da frota. Em 2019 e 2020, a idade média da frota, respectivamente, era de 5,94 e de 5,87 anos.

A frota atual tem capacidade de transporte para até 660.671 passageiros/dia útil, bem acima da demanda (mais de quatro vezes), que é de 180 mil passageiros/dia útil, em média. Por mês, são cerca de 4 milhões de passageiros transportados, rodando um total de 2.100 milhões de quilômetros.