Mais de 200 colaboradores atuaram nos reparos da CPTM após descarrilamento de trem de carga

Mais de 200 colaboradores da CPTM atuaram para reestabelecer a operação das linhas 11-Coral, 12-Safira e o Expresso Aeroporto após o descarrilamento de um trem de carga da MRS Logística próximo à estação Tatuapé.

Segundo o presidente da CPTM, Pedro Moro, entre os profissionais estavam oficiais, técnicos, supervisores e engenheiros, que em tempo recorde, conseguiram normalizar a operação das linhas.

Na madrugada de sábado, dia 03 de dezembro de 2022, um trem de carga acabou descarrilando. Não houve feridos.

Equipes da CPTM atuaram por 72 horas ininterruptadas para normalizar a operação.

Confira o vídeo de Pedro Moro agradecendo aos colaboradores por este feito: