Campinas: Terminal Central terá acesso exclusivo aos usuários

Para proporcionar um ambiente exclusivo, mais seguro e confortável aos usuários do transporte coletivo, o acesso ao Terminal Central passa a ser realizado mediante o pagamento da tarifa. A partir deste sábado, 8 de outubro, as catracas eletrônicas que dão acesso ao espaço entram em funcionamento nas três entradas. A ativação dos equipamentos está prevista para o início da operação do terminal, que funciona das 5h às 0h. A ação, adotada pela Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec), também favorece a conservação e manutenção do espaço.

Desde o dia 3 de outubro, equipes da Emdec orientam os usuários e distribuem folhetos informativos sobre a mudança. Foram entregues mais de 23 mil folhetos e a mudança foi amplamente divulgada nas redes sociais da Emdec. O espaço também recebeu faixas e banners para alertar sobre a nova dinâmica de acesso.

“Prioridade ao transporte público é uma das premissas da Administração municipal. O Terminal Central é um dos mais importantes de Campinas e, depois de mais 35 anos, oferecerá mais dignidade, conforto e segurança aos usuários, no contexto do projeto de requalificação da área central”, destacou o presidente da Emdec, Vinícius Riverete.

Para acessar o terminal, o usuário deverá ter créditos válidos no Bilhete Único ou utilizar o QR Code. O valor da tarifa é de R$ 5,15 com o uso do Bilhete Único Comum e dá direito a utilização de até três ônibus no período de duas horas. Já o QR Code, em papel ou na tela do smartphone, tem custo de R$ 5,60 e não proporciona a integração.

Pelo sistema adotado, 80% da tarifa será debitada do Bilhete Único ou QR Code nas novas catracas instaladas nos três acessos. E os 20% restantes serão debitados de forma embarcada, com entrada pela porta dianteira dos ônibus. Ou seja, a integração será computada a partir da passagem pela catraca do ônibus; e não do terminal. Este sistema permite que a Emdec mapeie as linhas utilizadas para posterior distribuição da remuneração entre as diversas operadoras que atuam no local.

Para recarregar o Bilhete Único Comum ou adquirir o QR Code, os usuários poderão utilizar um terminal de autoatendimento (ATM) disponibilizado pela Transurc na entrada que dá acesso à região da Estação Cultura, com pagamento pelo cartão de crédito ou débito. Além disso, dois novos pontos credenciados de recarga foram ativados no entorno do terminal, próximo à área de comércio informal e da barbearia. Banners implantados no espaço informam sobre os endereços de outros 10 pontos da rede credenciada no entorno do Terminal Central.

Uma passarela de pedestres foi construída pela Emdec para viabilizar as travessias da Avenida Dr. Moraes Salles e Rua Álvares Machado para a região da Estação Cultura e, também, o acesso ao comércio informal nos arredores do terminal. A travessia conta com piso tátil para acesso de pessoas com deficiência visual ou baixa visão. Os gradis que delimitam o espaço foram reformados, houve plantio de grama e revitalização do paisagismo.

Passarela Pedestre
Passarela viabiliza acesso às vias do entorno (Foto: Divulgação/EMDEC)
Totem Central
Recarga do Bilhete Único pode ser feita em totem de autoatendimento (Foto: Divulgação/EMDEC)

Agora, são quatro terminais “fechados” em Campinas. Nos terminais Barão Geraldo, Campo Grande e Ouro Verde, os usuários pagam a tarifa na entrada, antes de acessar o espaço.

O fechamento definitivo do terminal foi antecedido por melhorias de infraestrutura realizadas pela Emdec. Houve pintura do meio-fio e do piso tátil das plataformas de embarque e desembarque, reforma e pintura dos gradis, reforço da iluminação por refletores LED e instalação de bancos de madeira com encosto. Também haverá avanços tecnológicos no espaço, painéis eletrônicos foram instalados e, futuramente, indicarão a previsão de chegada das linhas de ônibus.

A revitalização do Terminal Central integra o projeto de revitalização e zeladoria dos terminais urbanos, iniciado pela Emdec em 2021. Os terminais Padre Anchieta e Barão Geraldo já foram contemplados com melhorias na infraestrutura e acessibilidade, reforço da sinalização viária e da comunicação visual.

Inaugurado em dezembro de 1985 e reinaugurado em maio de 2009, o Terminal Central está localizado na Rua Cônego Cipião. Pelo espaço, que é o principal terminal urbano da cidade, circulam 40 linhas de ônibus do transporte público coletivo. Juntas, elas transportaram, no mês de agosto, mais de 98,6 mil passageiros em dias úteis.