23.7 C
São Paulo
quinta-feira, fevereiro 29, 2024

Linha Uni apresenta detalhes do projeto de construção da Estação Santa Marina

A Linha Uni, responsável pela Linha 6-Laranja de metrô de São Paulo, marca presença na 28ª edição da Semana de Tecnologia Metroferroviária, realizada pela Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Metrô (Aeamesp) junto com o Instituto de Engenharia de São Paulo. O congresso será promovido de 13 a 16 de setembro, e tem como tema: 200 anos de Independência: Trilhos para o Futuro do Brasil.

O objetivo do evento é reunir técnicos e tomadores de decisão de empresas de engenharia para debater inovações no sistema metroferroviário e soluções que têm funcionado no cenário brasileiro atual. A palestra sobre a Linha 6-Laranja será apresentada na sexta-feira, dia 16 de setembro de 2022, a partir das 10h30min. . Além da possibilidade de participação presencial, a atividade será transmitida pelos canais oficiais do congresso. 

“Este é um momento muito importante para apresentar práticas que estão em andamento e que têm dado resultados positivos para o processo de transformação tecnológica no setor de construção civil e, especialmente, metroferroviário. Queremos estreitar ainda mais essa relação com profissionais desse segmento, sempre em busca dos melhores resultados em nossos projetos”, comenta o CEO da Linha Uni, Nelson Bossolan.

Encerrando a programação, Gustavo Coelho, gerente de Projetos, e André Scorza, arquiteto, ambos da Linha Uni, além de Abraham Asis Jimenez, gerente de Projetos Arquitetura e Obras Civis da ACCIONA e Mike Nicholson, especialista em mobilidade urbana da MNSolutions, participam de uma palestra que vai detalhar o projeto de construção da Estação Santa Marina da Linha 6-Laranja de metrô, hoje a frente de obra mais adiantada do projeto, com 40% das atividades concluídas. 

A ideia é mostrar como o estudo de microssimulação para incêndio, emissão de fumaça e circulação foi utilizado para prever e mitigar possíveis riscos durante a construção das 15 estações da Linha 6-Laranja, para garantir a segurança desde o projeto até a sua entrega. 

“Esse estudo foi utilizado em todas as estações da Linha 6, mas, com o andamento das obras na Estação Santa Marina, já é possível perceber a importância de contar com tecnologia de ponta e parceiros que atendam às necessidades atuais desse tipo de construção, para oferecer maior segurança e praticidade durante e após as obras”, acrescenta Bossolan. 

Deixe seu comentário

MOBILIDADE SAMPA

Siga o Mobilidade Sampa nas redes sociais e fique informado sobre a mobilidade urbana de São Paulo e Região Metropolitana:

  • Twitter
  • Instagram
  • Telegram
  • Facebook
  • YouTube
  • LinkedIn
  • Igor Roberto
    Igor Robertohttps://noticiando.net/
    Paulistano, empreendedor e pai. Formado em gestão pública e graduando em Direito. É fascinado por temas relacionados a mobilidade urbana e o transporte público. É o redator de conteúdo dos sites de mobilidade do Grupo PLN. Quer entrar em contato com o Igor? Envie um e-mail para igor@grupopln.com.br.

    ÚLTIMOS POSTS

    SIGA-NOS

    6,317FollowersFollow
    28,236FollowersFollow
    439SubscribersSubscribe
    PUBLICIDADE

    ÚLTIMOS POSTS