SPTrans inicia a Campanha Ponto Final ao Racismo

48
Campanha sobre racismo
Foto: Divulgação/SPTrans

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Executiva de Transporte e Mobilidade Urbana (SETRAM) e da SPTrans, está empenhada e comprometida no combate ao racismo no transporte público. Uma amostra desse compromisso será o início de uma ação permanente para incentivar o respeito e a cidadania, a partir de 4 de agosto, com a Campanha Ponto Final ao Racismo.

Realizada pela SPTrans, em parceria com a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC), a divulgação dos materiais será feita em seis edições do Jornal do Ônibus e painéis dentro dos veículos. O objetivo é que a campanha seja o mais abrangente possível, informando o passageiro, as pessoas que circulam nos terminais, e também o público externo, ao contar com posts nas redes sociais e com ônibus adesivados com o tema da campanha passando em todas regiões da cidade.

A campanha

A marca da campanha foi desenvolvida durante meses de pesquisa e traz o ícone de um ônibus com a inscrição “Racismo é Crime”. O conceito visual foi pensado de forma a evidenciar a gravidade do problema e a necessidade de esforços de toda a sociedade para superá-lo. Os faróis do ônibus remetem ao caminho que a sociedade precisa seguir na busca pelo fim do racismo, com o sinal de igual entre eles.

A primeira peça a ser divulgada vai evidenciar o compromisso do sistema contra o racismo, reforçando a questão da importância da denúncia de casos desta prática criminosa, e o respeito entre as pessoas. Como todas as ações, essa também será divulgada pelo Jornal do Ônibus e em mensagens nas redes sociais.

As peças seguintes tratarão temas igualmente importantes e elucidativos no combate à injúria racial, como a diferença entre racismo e injúria racial, direitos, questões penais e legais, treinamento de motoristas e orientações aos passageiros.

Engajamento das empresas

Com o início da divulgação da campanha para a população, a SPTrans está promovendo a capacitação dos operadores por meio de atividade que está acontecendo desde julho de 2022, em parceria com a SMDHC, reforçando com as empresas o compromisso no combate ao racismo e exigindo que todos os operadores – motoristas, cobradores, fiscais – passem por novo treinamento específico sobre o assunto.

Durante o período da campanha, as garagens terão três tipos de faixas para que seus funcionários as vejam antes de sair do local: “Operador, você é fundamental no combate ao racismo no transporte por ônibus”; “Racismo É Um Crime Imprescritível e Inafiançável”; “Injúria Racial Também é Crime”.

Também haverá cartazes impressos e em versão eletrônica.

Deixe seu comentário