SP registra 3 mil casos de furto e vandalismo a semáforos em seis meses

68
Semáforos
Foto: SECOM - Prefeitura da Cidade de São Paulo

Um levantamento feito pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) mostra que, no primeiro semestre de 2022, já foram registradas 3.475 ocorrências deste tipo de crime. O número representa, em média, 20 semáforos danificados por dia. Trata-se de um aumento de 47,43% em relação ao mesmo período de 2021, quando foram contabilizadas 2.357 ocorrências. No período de janeiro a junho foram reinstalados 231 quilômetros de fiação elétrica nos equipamentos alvos de dano ao patrimônio. É a distância aproximada entre São Paulo e a cidade de Pirassununga no Interior Paulista.

A CET já investiu, só neste ano, quase R$ 9 milhões para atender as ocorrências de semáforos defeituosos devido à ação de vândalos, repondo os principais materiais furtados.

O vandalismo de um controlador semafórico pode afetar o funcionamento de até cinco cruzamentos semaforizados numa mesma região. A área central da cidade costuma concentrar o maior número de falhas por furto ou vandalismo. Neste ano, entretanto, verifica-se um aumento significativo nas zonas Leste/Sudeste.

Vale ressaltar que a cidade de São Paulo tem o maior parque semafórico do País, com 6.664 cruzamentos e travessias semaforizadas. No ano passado foram 283 ocorrências de furto/vandalismo em controlador, uma média de 23/mês. Em 2022, até junho, já foram contabilizadas 213 ocorrências, uma média de 35/mês.

Para minimizar as ocorrências, as equipes de manutenção fazem o alteamento e reforço nas portas dos controladores de semáforos, bem como a instalação de alarmes sonoros, a concretagem e soldagem das tampas das caixas de passagem da fiação elétrica e a soldagem das janelas de inspeção das colunas semafóricas.

Os danos causam prejuízos e principalmente, colocam em risco a segurança dos pedestres e condutores.

A CET mantém conversas frequentes com a Secretaria de Segurança Pública, Polícias Civil e Militar e a GCM para a adoção de medidas que combatam esse tipo de crime tão nocivo à cidade. Em 2021, ano todo, foram registrados 32 flagrantes de furto ou vandalismo de semáforos; em 2022 até junho foram 11 flagras. A população pode ajudar. Ao flagrar um ato criminoso, denuncie pelo 190 ou 156.

Locais com mais ocorrências de furtos e vandalismo no mês de junho 2022:

  • Av. César Washington A. de Proença com Av. Jaguaré
  • Av. Pres. Castelo Branco nº 5.446
  • Av. Mário de Andrade com R. Prof. Abraão Berezin
  • Av. Aricanduva com Av. Ragueb Chohfi
  • R. da Consolação com Av. Ipiranga
  • Av. João Simão de Castro com Av. do Poeta
  • Av. Sen. Queirós com Av. Mercúrio
  • R. Brigadeiro Tobias com Rua Cel. Batista da Luz
  • Av. Armando de Arruda Pereira com Av. Pedro Bueno
  • Av. do Estado com R. São Caetano
  • Av. do Estado com Av. Mercúrio
  • Av. Francisco Matarazzo com R. Lincoln Albuquerque
  • R. Dona Germaine Burchard com Rua Tagipuru
  • Av. Guarapiranga com Av. Atlântica

Vias na cidade recordistas de furtos e vandalismo no período de janeiro a junho 2022:

  • Av. Marechal Tito
  • Av. Ragueb Chohfi
  • Estrada do Imperador
  • Av. do Estado
  • Av. São Miguel
  • Av. Gov. Carvalho Pinto/Av. Calim Eid
  • R. Brig. Tobias
  • Av. Líder
  • R. Victorio Santim
  • R. Teixeira Leite
  • Av. Dr. Assis Ribeiro
  • Av. Barão de Alagoas
  • Av. Calim Eid
  • Av. dos Metalúrgicos
  • Av. Sapopemba
  • Av. Rio Branco
  • Av. Jabaquara
  • Av. Itaquera
  • R. da Consolação
  • Av. Celso Garcia
  • Av. Carlos de Campos

Números de 2021

Durante todo o ano de 2021, a CET registrou 5.237 ocorrências de furto e vandalismo de componentes de equipamentos de sinalização semafórica na cidade de São Paulo. Destaque para os controladores semafóricos, num total de 283 furtados e vandalizados e aproximadamente 391.090 metros de cabos elétricos furtados.

Números de 2019 e 2020

Durante todo o ano de 2020, a CET registrou 4.554 ocorrências de furto e vandalismo de componentes de equipamentos de sinalização semafórica na cidade de São Paulo. Foram furtados aproximadamente 393 quilômetros de cabos elétricos. Em 2019, foram 1.969 ocorrências de furto e vandalismo, totalizando 185 quilômetros de cabos elétricos, além de componentes eletrônicos de energia e controle.

Deixe seu comentário