MRS e Bracell atingem a marca de 1 milhão de toneladas de celulose transportada no Terminal Intermodal de Pederneiras

179
Foto: Divulgação/MRS

Na última semana de abril, a MRS e a Bracell atingiram o primeiro milhão de toneladas de celulose movimentada entre o Terminal Intermodal de Pederneiras e o Porto de Santos. A marca foi conquistada com apenas oito meses de funcionamento do terminal, indicando que a operação de celulose está cada vez mais eficiente.

Em julho de 2020, a MRS assinava um contrato com a Bracell. À época, não havia terminal intermodal construído. Assumimos um desafio de grande porte e fizemos, do zero, um pátio e um terminal específico para celulose em apenas sete meses. O cliente comprou vagões e a MRS adquiriu locomotivas para a operação. Iniciamos esta operação em setembro de 2021 e apenas oito meses depois já chegamos a um milhão de toneladas transportadas. É, sem dúvida, uma conquista importante, digna de celebração”, comemora o gerente geral de Negócios – Carga Geral – da MRS, Guilherme Alvisi.

Os resultados são fruto dos esforços de várias áreas como Infraestrutura, Engenharia, Projetos, GSC, Suprimentos, Relações Institucionais, Meio Ambiente, entre outras. A demanda da Bracell era complexa e exigiu esforços em diferentes frentes de atuação. Sem um trabalho coordenado de todas as equipes, não seria possível atender ao exigido pelo cliente, nem mesmo chegar à marca de 1 milhão de toneladas num período tão curto.

O Head de Supply Chain da Bracell, Alberto Pagano, celebra o recorde e reconhece a eficácia do sistema logístico estruturado pela companhia, que integra diferentes modais. “Celebrar este marco é importante, especialmente pois demonstra que o sistema logístico da fábrica até o Porto é robusto, sustentável e está alinhado com a necessidade da maior e mais sustentável fábrica de celulose do mundo”.

Deixe seu comentário