Grupo de Segurança Viária discute ações para reduzir o número de acidentes e óbitos

13
Reunião Viária
Foto: Fábio Nunes Teixeira/Prefeitura de Guarulhos

As ações do movimento Maio Amarelo – Juntos Salvamos Vidas realizadas desde o início do mês pela Prefeitura de Guarulhos, bem como a agenda de atividades programadas até o próximo dia 30 de maio, como palestras, ações lúdicas e cursos, foram apresentadas ao Grupo de Segurança Viária de Guarulhos nesta quarta-feira (11/05) durante reunião realizada na Secretaria de Transportes e Mobilidade Urbana (STMU), na Vila Barros.

No encontro, que contou com representantes da Inspetoria de Patrulhamento de Trânsito (GTran) ligada à Guarda Civil Municipal (GCM), das secretarias da Saúde e de Assuntos de Segurança Pública, da Ecopistas, do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), do Corpo de Bombeiros, da Delegacia Seccional de Polícia de Guarulhos e das polícias Militar e rodoviária Federal e Estadual, também foram apresentados e discutidos os índices do Observatório de Segurança Viária de Guarulhos, que tem registrado aumento no número de acidentes e de óbitos principalmente entre motociclistas, situação observada em todo o país nos últimos meses.

De acordo com o diretor de Trânsito da STMU, Hormindo Júnior, para alcançar um desempenho viário mais seguro para todos é preciso intensificar o trabalho de educação entre adultos e também com as crianças em idade escolar. “Nas abordagens e demais ações junto ao público notamos que muito adultos habilitados desconhecem a legislação de trânsito e até mesmo o significado da sinalização viária básica. Para reduzir os índices de acidentes e óbitos é preciso unir esforços para trabalhar essas questões desde a infância”, afirmou.

Apresentar os impactos trazidos pelos óbitos e sequelas com as quais os sobreviventes de acidentes têm que lidar é importante para despertar a reflexão sobre o respeito às leis de trânsito, como explicou a chefe da Escola Pública de Trânsito de Guarulhos, Layla Fordelone. “É fundamental mostrar para as pessoas todas as dificuldades enfrentadas por quem perde um ente querido, por exemplo, ou mesmo por aqueles que sofrem sequelas, como a amputação de membros devido a acidentes que poderiam ter sido evitados com a obediência à legislação. Para isso, em parceria com a Universidade Guarulhos, produzimos quatro vídeos com depoimentos de vítimas diretas e indiretas do trânsito, que podem ser assistidos no Instagram e no Facebook da Prefeitura”, comentou.

Deixe seu comentário