Prefeitura de Jundiaí e Rumo discutem projetos de fomento a novos negócios a partir dos investimentos em ferrovia na cidade

98
Reunião Jundiaí
Prefeito (centro) conversou com representantes da Rumo e discutiu projetos para o transporte ferroviário (Foto: Fotógrafo/PMJ)

O prefeito Luiz Fernando Machado, acompanhado de gestores e técnicos do município, recebeu na manhã de quinta-feira (07/04) representantes da Rumo Logística, que administra um trecho da ferrovia que passa por Jundiaí, extensão que vai da Vila Arens até o município vizinho de Louveira.

Durante a reunião, o superintendente de desenvolvimento de negócios, Renato Caldo, e o relações governamentais Marcelo Rodrigues, ambos da Rumo, discutiram a possibilidade de implantar projetos voltados à exploração turística de áreas à beira da ferrovia e a contrapartida da recuperação de áreas de patrimônio histórico, além das alterações que serão necessárias com a futura implantação do TIC (Trem Intercidades), que ligará Campinas a São Paulo com parada em Jundiaí.

“Acreditamos no potencial do desenvolvimento econômico gerado pelo transporte ferroviário, com a atração de investimentos e geração de empregos, o que traz mais qualidade de vida para nossa população e contribui para diminuir o trânsito na malha rodoviária”, declarou o prefeito Luiz Fernando. “Durante toda minha gestão, sempre mantivemos contato direto com o setor produtivo e essa união de forças visa justamente trazer mais oportunidades para nossa população.”

“Foi uma reunião muito produtiva”, declara Marcelo Rodrigues. “A ferrovia passa por dentro dos municípios e, por isso, precisamos trabalhar juntos com as prefeituras, para assim buscarmos um desenvolvimento comum para todos.”

O prefeito lembrou aos presentes que, para a passagem do TIC, serão necessárias pelo menos 17 intervenções em locais diferentes de Jundiaí, a partir de um estudo realizado pela Prefeitura e já apresentado e discutido com a CPTM e com a Secretaria de Transportes Metropolitanos do Estado de São Paulo. O TIC tem previsão de tempo de viagem de 60 minutos entre Campinas e São Paulo e um investimento total de R$ 10,2 bilhões. Serão novos trens que, com investimentos do Governo do Estado, funcionarão em vias férreas segregadas. A licitação deverá ser aberta ainda este ano.

Também participaram da reunião o vice-prefeito de Jundiaí, Gustavo Martinelli, os gestores de Governo e Finanças, José Antônio Parimoschi, e da Casa Civil, Gustavo Maryssael, o diretor do Departamento de Fomento à Indústria, Gilson Pichioli, e a diretora da Unidade Central de Parcerias Estratégicas, Daniele Ruiz.

Deixe seu comentário