Sistema Castelo-Raposo e Rodoanel Oeste: CCR estima fluxo de 1,5 milhão de veículos durante o feriado de Páscoa

Cerca de 1,5 milhão de veículos devem realizar o deslocamento característico de feriado no Sistema Castelo-Raposo e trecho oeste do Rodoanel durante a operação especial de Páscoa, que tem início à 0h de quinta-feira (14/04) e se estende até meia-noite de domingo (17/04). No Sistema Castelo-Raposo a expectativa da CCR ViaOeste é que o movimento seja de 568 mil veículos. A CCR RodoAnel prevê fluxo de 947 mil de veículos no trecho oeste do Rodoanel.

As concessionárias orientam os motoristas a evitarem os horários de fluxo mais intenso nas rodovias. Na quinta-feira (14/04) a previsão da CCR ViaOeste é que o movimento de veículos seja maior das 16h às 20h. Na sexta-feira (15/04), o fluxo deve ser intenso das 7h às 12h. No retorno, a concessionária estima maior concentração de veículos no sentido capital paulista no domingo (17/04), das 11h às 20h. No trecho oeste do Rodoanel, a concessionária prevê movimento intenso na quinta-feira, das 15h às 20h e na sexta-feira, das 8h às 14h. Nos demais dias, a expectativa da CCR RodoAnel é de tráfego normal, inclusive na volta do feriado.

Durante o feriado, a ARTESP (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) e Polícia Militar Rodoviária reforçam as ações de fiscalização nas rodovias durante o feriado, inclusive por meio das 74 câmeras instaladas no Sistema Castelo-Raposo e dos 110 equipamentos de monitoramento no trecho oeste do Rodoanel, todos ligados ao Centro de Controle Operacional (CCO) das concessionárias. As equipes das duas empresas estarão em plena atividade durante o feriado.

Para garantir uma viagem com tranquilidade e segurança, a CCR ViaOeste e CCR RodoAnel orientam os motoristas sobre a importância da revisão dos itens de segurança do veículo antes de sair para o feriado. É importante checar as condições de pneus, freios, faróis, lanternas, palhetas dos limpadores de para-brisa, bem como checar os níveis do reservatório de água e óleo do motor. Também é fundamental ficar atendo ao combustível para não correr o risco de pane seca.

Um dos principais cuidados durante a viagem é respeitar os limites de velocidade em cada segmento das rodovias, especialmente nos trechos urbanos. Em caso de chuva, o motorista deve reduzir a velocidade e ampliar a distância do veículo que segue à frente. Vale lembrar que o cinto de segurança é obrigatório para o motorista e todos os passageiros.