Greve afeta o Metrô de Belo Horizonte nesta terça-feira, dia 22

92
Foto: O Estado de Minas

O Metrô de Belo Horizonte esteve em greve pelo segundo dia consecutivo nesta terça-feira, dia 22 de março de 2022.

A categoria não trabalhou nos horários de pico, respeitando apenas o horário de trabalho das 10h às 17h.

Essa prática vai contra ao que foi determinado por meio de decisão do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), que determinou a operação nos horários de pico: entre 5h30 e 10h e das 16h30 às 20h.

A multa estipulada pelo TRT é de R$ 30 mil por dia.

Os metroviários de BH são contra a Resolução 206 do Conselho do Programa de Parceria de Investimentos (CCPI), que prevê a desestatização do metrô e impede a transferência dos funcionários da CBTU de BH para outras localidades onde a estatal opera.

O Metrô de BH, que é controlado pela União, deve ser concedido ainda no primeiro semestre de 2022.

De acordo com a CBTU, ao menos 70 mil passageiros são afetados pela greve.

Deixe seu comentário