Paralisação de ônibus afetou parte das linhas na Zona Leste nesta terça, dia 22

A saída dos ônibus da empresa Metrópole Paulista – Unidade A.E. Carvalho atrasou no início da manhã desta terça-feira, dia 22 de fevereiro de 2022.

O Sindmotoristas, entidade que representa os trabalhadores, realizou uma assembleia contra a redução de cobradores de ônibus. A empresa atende parte da Zona Leste da cidade de São Paulo.

Os passageiros que dependem das linhas atendidas pela empresa, foram todos pegos de surpresa, pois não houve aviso prévio por parte dos empregados e nem do sindicato para à população.

As demais empresas de ônibus que operam na cidade iniciaram suas atividades normalmente, segundo informou a SPTrans.

A situação começou a se normalizar por volta das 6h.

Em nota a SPTrans informou que irá tomar as devidas providências em relação ao descumprimento das partidas programadas durante o período da paralisação.

Veja a nota na íntegra:

A SPTrans informa que uma manifestação na garagem da Metrópole – Unidade A.E. Carvalho, localizada na Avenida Águia de Haia, 2.344, causou atraso na saída da frota de 31 linhas entre 4h30 e 5h28 desta terça-feira, 22 de fevereiro. As linhas que foram afetadas atendem a região de São Miguel, Guaianazes e Itaim Paulista, Zona Leste da cidade, mas agora, seguem normalizadas. A SPTrans adotará as devidas providências em relação ao descumprimento das partidas, no período da paralisação.

A equipe de fiscalização permanece monitorando a operação para assegurar o atendimento aos passageiros.