22.2 C
São Paulo
domingo, fevereiro 25, 2024

Governo estadual faz a entrega oficial de mais um trecho das obras de duplicação na SP-333, em Marília

O Governo do Estado de São Paulo e a ARTESP – Agência de Transporte do Estado de São Paulo entregam oficialmente nesta sexta-feira (25/02) 19 quilômetros de duplicação da rodovia Dona Leonor Mendes de Barros (SP-333), do km 295 ao km 314, entre as regiões de Marília e Júlio de Mesquita, no interior paulista. A duplicação do trecho, que recebeu investimentos de R$ 79,4 milhões da Entrevias Concessionária de Rodovias, vai beneficiar mais de 320 mil moradores das cidades de Marília, Júlio Mesquita, Guarantã, Guaimbê, Álvaro de Carvalho, Getulina e Garça e otimizar a circulação de cerca de quatro mil veículos que trafegam diariamente na região.

“A boa notícia desta entrega oficial é que a obra continua; nós vamos entregar a duplicação até Echaporã, provavelmente até outubro deste ano – e eu confesso que eu me surpreendi com esse prazo”, afirmou o vice-governador durante o evento em Marília, lembrando que a estimativa de entrega do próximo trecho da duplicação era o primeiro semestre de 2023.

Além da continuidade da duplicação da SP-333, Rodrigo Garcia anunciou mais boas novas para o sistema viário da região: o Governo já está tomando providências para estender a rodovia Castelo Branco até Echaporã, a começar pela contratação do projeto executivo da obra até abril. Serão 80 quilômetros de estrada nova, que vai inclusive fazer a interligação com a SP 333 em Echaporã. “Melhorando muito o sistema viário da região e trazendo mais progresso, fica aqui mais uma boa notícia”, registrou.

Com a duplicação, as conversões, acessos e retornos passam a ser realizados com maior segurança, por meio de dois novos dispositivos, localizados nos quilômetros 299 e 309. Agora a rodovia, no trecho duplicado, passa a contar com duas faixas de rolamento em cada sentido de direção. Além de impactarem diretamente na maior mobilidade de quem viaja pela região, as melhorias proporcionaram a geração de 480 novos empregos diretos e indiretos.

No projeto de modernização da SP-333, foram viabilizadas novas faixas de rolamento e acostamento, instalação de pórticos e nova sinalização, além da restauração de todo o pavimento da rodovia existente. Também foi implantado um novo sistema de drenagem nas laterais das pistas.

“Estamos entregando um trecho da rodovia completamente modernizado, duplicado, que reorganiza o fluxo urbano e rodoviário, além de impulsionar o escoamento da produção local. Essa é uma obra muito importante, uma rodovia nova, capaz de atrair novos investimentos para a região, bem como garantir mais segurança aos motoristas e usuários em seus deslocamentos diários”, afirma o diretor-geral da ARTESP, Milton Persoli.

Além da maior fluidez da via, a equipe de engenharia da concessionária Entrevias ressalta que o novo pavimento utilizado na duplicação oferece mais aderência aos veículos. A eliminação das conversões em nível, outra vantagem da obra, eleva a segurança e a modernidade da pista. Também foram implantadas, neste trecho duplicado, três passagens de fauna e revitalizadas outras seis. As passagens de fauna são corredores subterrâneos que cruzam a rodovia e permitem o deslocamento dos animais que vivem nas matas, sem risco de atropelamento.

Mais obras na SP-333

A ampliação deste trecho da rodovia faz parte do cronograma de obras da concessionária, que prevê a duplicação, no total, de 211 quilômetros da SP 333. A empresa entregou, no primeiro ano de concessão, em julho de 2018, 8,6 quilômetros de pista duplicada desta rodovia em Marília.

Além do trecho entregue oficialmente nesta sexta-feira, 25 de fevereiro, outros dois estão em obras no momento, entre Marília e Echaporã e entre Echaporã e Assis, que, juntos, somam mais 63 quilômetros a serem duplicados na rodovia SP-333, que, neste trecho, é denominada Rachid Rayes. A expectativa é de entrega dessa intervenção no segundo semestre deste ano. As obras nestes pontos são mais complexas, pois atravessam uma região montanhosa da região, além de o projeto prever a construção de 14 novos dispositivos de acesso e retorno, assim como melhorias em pontes e viadutos.

A obra de duplicação de Marília a Echaporã, do quilômetro 337 ao 385, teve início em março de 2020, com um investimento de mais de R$ 226 milhões. Os 48 quilômetros da duplicação em andamento possuem 11 dispositivos, sendo alguns de acesso e outros de retorno, além de três novas pontes. As intervenções geram 840 novos postos de trabalho diretos e indiretos.

A obra de Echaporã à Assis, do quilômetro 385 ao 400, por onde passam cerca de 3.500 veículos por dia, já está em andamento, mediante investimento de R$ 68 milhões. Além da duplicação da rodovia, serão implantados dois dispositivos, nos quilômetros 391 e 393, com acessos e retornos. Serão construídos também dois viadutos, formando um binário no km 400, capaz de melhorar o acesso à cidade de Assis e à região. As obras garantiram 250 novos postos de trabalho na região.

Passarelas

Além das duplicações, a concessionária já construiu na SP-333 cinco passarelas e recuperou outras quatro nos dois trechos já entregues.

Deixe seu comentário

MOBILIDADE SAMPA

Siga o Mobilidade Sampa nas redes sociais e fique informado sobre a mobilidade urbana de São Paulo e Região Metropolitana:

  • Twitter
  • Instagram
  • Telegram
  • Facebook
  • YouTube
  • LinkedIn
  • Mobilidade Sampa
    Mobilidade Sampahttps://mobilidadesampa.com.br
    O Mobilidade Sampa produz conteúdo sobre a mobilidade urbana de São Paulo e Região Metropolitana. Deseja entrar em contato conosco para sugestões de pauta ou anunciar? Envie um e-mail para contato@mobilidadesampa.com.br.

    ÚLTIMOS POSTS

    SIGA-NOS

    6,317FollowersFollow
    28,236FollowersFollow
    439SubscribersSubscribe
    PUBLICIDADE

    ÚLTIMOS POSTS