PUBLICIDADE

CPTM e Uber criam pontos de embarque e desembarque virtuais nas estações

Linha 12-Safira CPTM
Foto: Divulgação/Secretaria dos Transportes Metropolitanos

A CPTM e a Uber firmaram, em 12 de janeiro de 2022, parceria para a criação de pontos de embarque e desembarque virtuais em algumas estações de trem. A iniciativa tem como objetivo favorecer a integração entre os modais trens e viagens por aplicativo, com uso das baias e recuos das vias do lado externo das estações servindo como ponto de encontro entre passageiros e motoristas, de forma a aumentar a acessibilidade e a mobilidade nas chegadas e partidas dos passageiros.

Na primeira fase do projeto, a criação dos pontos virtuais, semelhante aos existentes em locais como shoppings e aeroportos, foi realizada em 10 estações de cinco linhas da CPTM:

A parceria também contempla as estações Osasco e Jardim Silveira, da Linha 8-Diamante; e Santo Amaro e Primavera-Interlagos, da Linha 9-Esmeralda, atualmente administradas pela concessionária ViaMobilidade Linhas 8 e 9. A proposta é ampliar os pontos virtuais para as demais estações da CPTM.

O sistema funciona de forma que, ao abrir o aplicativo da Uber em uma estação, o passageiro é direcionado pela própria plataforma para locais específicos, facilitando o encontro com o motorista parceiro para o início da viagem. Esses pontos virtuais foram instalados em locais onde já existiam baias para veículos, em locais próximos aos acessos das estações, sem prejuízo à circulação de outros veículos e transporte coletivo de ônibus.

Para o diretor de Planejamento e Novos Negócios da CPTM, Eduardo Jorge da Cunha Caldas Pereira, a parceria está alinhada à estratégia de atuação da companhia, baseada em proporcionar a melhor experiência ao passageiro. “A proposta é promover a mobilidade e a integração modal garantindo facilidade, rapidez e segurança nos deslocamentos dos nossos passageiros. As parcerias com os diversos agentes que fazem transporte de passageiros individual ou coletivo ajudam a melhorar o ir e vir dos cidadãos”, reforça.

O formato permite que outros serviços de aplicativos também possam fazer parte da ação no futuro.

“A Uber é um complemento ao transporte público, principalmente no começo ou final dos percursos. Acreditamos que parcerias como essa, além de facilitar a vida dos usuários, contribuem com o planejamento e melhoria da mobilidade no entorno das estações”, afirma Ricardo Leite Ribeiro, diretor de políticas públicas da Uber no Brasil.

MOBILIDADE SAMPA

Siga o Mobilidade Sampa nas redes sociais e fique informado sobre a mobilidade urbana de São Paulo e Região Metropolitana:

  • Twitter
  • Instagram
  • Telegram
  • Facebook
  • YouTube
  • LinkedIn
  • Sair da versão mobile