Estação Engenheiro Manoel Feio da CPTM será reformada

135
Foto: Divulgação

A Estação Engenheiro Manoel Feio, da Linha 12-Safira da CPTM, será totalmente reformada e vai receber acessibilidade. O investimento total será de R$ 34 milhões e a obra começa ainda neste mês de janeiro.

A execução das obras civis e instalação de sistemas têm prazo de execução de 30 meses, sendo 18 meses para a execução dos serviços e outros 12 meses para operação assistida. As intervenções na estação fazem parte do plano da CPTM para oferecer acessibilidade com autonomia, total ou assistida, e segurança para pessoas com deficiência e com mobilidade reduzida.

Serão beneficiados 12 mil passageiros diários que utilizam a estação em Itaquaquecetuba, no leste da Grande São Paulo. No total, a Linha 12-Safira possui 13 estações e transporta, em média, 270 mil passageiros por dia em um percurso de 39 quilômetros do Brás até Calmon Vianna, atendendo as cidades de Itaquaquecetuba e Poá, além da capital.

As obras de revitalização serão realizadas pelo Consórcio Construtor Manoel Feio, composto pelas empresas Castilho Engenharia e Empreendimentos S/A e Lopes Kalil Engenharia e Comércio Ltda, e incluem instalação de dois elevadores, novas escadas fixas, construção de rampas de acesso na entrada da estação, reforma da passarela existente e construção de uma nova passarela metálica para pedestres. Para melhorar o embarque nos trens, será feita a regularização do vão entre o trem e a plataforma, além de remanejamento da via permanente e rede aérea para adequação às plataformas. Todo o piso será reformado ou substituído, além de reforma dos sanitários públicos para adequação de acessibilidade.

As edificações existentes, incluindo as salas operacionais, serão reformadas e ampliadas para dar mais conforto aos funcionários que atuam no local. A estação também vai receber readequação e adaptações nas instalações dos sistemas elétrico, hidráulico e reservatórios, bem como em todos os equipamentos de detecção, alarme e combate a incêndio. Para favorecer a mobilidade dos passageiros no trajeto até a estação, será implantado um bicicletário com capacidade para 260 bicicletas. Quando estiver totalmente reformada, a estação também ganhará uma nova comunicação visual com renovação da sinalização direcional para dar mais conforto ainda nos deslocamentos do passageiro.

Como parte das melhorias, está em andamento obra adicional para adequações no pátio de estacionamento de trens existente próximo à estação com investimentos na ordem de R$ 8,6 milhões e prazo de execução de 24 meses, a partir de setembro de 2021.

Deixe seu comentário