Campinas (SP) apresenta novo secretário de Transportes

222
Foto: Fernanda Sunega

A cidade de Campinas, no interior paulista, tem um novo secretário de Transportes: Fernando de Caires.

Fernando assume a pasta no lugar de Vinícius Riverete.

Já Vinícius Riverete assume a presidência da Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec).

Ayrton Camargo e Silva, até então presidente da Emdec, pediu para sair do cargo.

A mudança foi anunciada na manhã desta quinta-feira, dia 06 de janeiro de 2022, pelo prefeito Dário Saadi.

Caires e Riverete terão pela frente grandes desafios, entre eles, realizar uma licitação do sistema de ônibus na cidade, o que deveria ter ocorrido em 2018, com isso os contratos atuais com as empresas de ônibus tiveram de ser prorrogados, e acalmar os ânimos da população com a nova tarifa de R$ 5,15 no Bilhete Comum.

Confira nota na íntegra sobre as mudanças no transporte da cidade de Campinas:

Formado em Administração, Ciências Contábeis e Sistema de Informações, Fernando de Caires tem especialização em Planejamento e Mobilidade Urbana e mestrado em Cidades Inteligentes e Sustentáveis, ambos pela Universidade Nove de Julho, em São Paulo. O novo secretário também fez cursos de extensão em Brand Management, na London Business School, e em Design Thinking, no Instituto Europeo di Design.

Fernando de Caires havia assumido a Chefia de Gabinete da Emdec em junho de 2021. Antes, ele trabalhou na São Paulo Transporte (SPTrans), na Secretaria de Mobilidade e Transportes da Prefeitura de São Paulo e na União Internacional dos Transportes Públicos (UITP).

Vinícius Riverete estava na Secretaria de Transportes desde janeiro de 2021. Antes, foi presidente da Cohab Campinas e chefe de gabinete da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico.

O prefeito Dário Saadi reuniu-se com Caires e Riverete nesta quinta-feira pela manhã, já para uma primeira reunião de trabalho. ‘Agradeço ao Ayrton pelo trabalho desenvolvido e espero que o Fernando e o Vinícius consigam superar os grandes desafios que o transporte público nos impõe’, afirmou Saadi.”

Deixe seu comentário