Ribeirão Preto: Corredor de ônibus Norte-Sul trará melhorias à mobilidade urbana

Trecho 1, com 23% das obras concluídas, fará a ligação da região Norte de Ribeirão Preto até o RibeirãoShopping, garantindo mais segurança viária à população

108
Corredor Ribeirão Preto
Foto: Guilherme Sircili/Prefeitura de Ribeirão Preto

As obras do corredor de ônibus Norte-Sul, o maior de Ribeirão Preto em extensão com cerca de 20 quilômetros, trarão melhorias na mobilidade urbana para as pessoas que utilizam as avenidas Independência, Meira Júnior, Cavalheiro Paschoal Innecchi, Mogiana, Thomaz Alberto Whately e Antônia Mugnatto Marincek, entre outras.

Dividido em quatro partes, o trecho 1 do corredor de ônibus Norte-Sul, composto pelas avenidas Thomaz Alberto Whately e Recife, é um dos principais acessos de Ribeirão Preto, além de ser a entrada direta para o Aeroporto Leite Lopes. O investimento nas obras é de R$ 23.997.875,14, com uma economia de 18,5% (R$ 5.455.043,02) aos cofres públicos frente ao investimento previsto inicialmente, de R$ 29.452.918,16, após licitação.

“Esse eixo Norte-Sul será o principal corredor do programa Ribeirão Mobilidade, vai ligar o Ribeirão Verde ao RibeirãoShopping, garantindo segurança viária, menos tempo das pessoas nos ônibus e menos acidentes, resultando num trânsito com mais qualidade”, explicou o prefeito Duarte Nogueira.

Foto: Guilherme Sircili/Prefeitura de Ribeirão Preto

Com 23% das obras concluídas, as principais intervenções para construção do corredor Norte-Sul se concentram atualmente na Avenida Thomaz Alberto Whately, com a implantação de obras no pavimento da via. A ilha central da avenida será reduzida e será implantada uma galeria de água pluvial. Além disso, haverá implantação de ciclovia e revitalização de praticamente todo o passeio dos trechos por onde passará o corredor de ônibus, a fim de garantir acessibilidade aos pedestres, principalmente àqueles com dificuldades de mobilidade.

O secretário de Obras Públicas, Pedro Luiz Pegoraro, explica que a prefeitura pretende transformar a avenida, oferecendo com mais infraestrutura de galerias, iluminação e ciclovia. “A ideia é transformá-la em uma avenida moderna e com melhores condições para todos os usuários que utilizam essa região”, disse.

As obras deste trecho irão beneficiar entre 15 e 18 mil passageiros do transporte público, além dos moradores dos bairros Jardim Jóquei Clube, Jardim Aeroporto, Jardim Porto Seguro, Vila Elisa, Parque Industrial Cel. Quito Junqueira, Vila Mariana e Quintino Facci I.

Deixe seu comentário